pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Europa, Aviação Comercial, Aeroportos

ANAC – Boletim Estatístico Trimestral N.º 27 JUL-SET 2015

O terceiro trimestre de 2015 apresentou um crescimento homólogo de 5.4% no que a movimentos realizados no conjunto dos aeroportos nacionais diz respeito. Para este crescimento contribuíram os principais aeroportos nacionais; Porto (11%), Ponta Delgada (9%), Lisboa (5%), Funchal e Faro cresceram ambos 2%.
Por seu turno, o transporte de passageiros cresceu 8% neste trimestre, também em todos os principais aeroportos. O aeroporto de Ponta Delgada apresentou a maior variação homóloga mais expressiva (+22%), seguido do Porto (+16%), de Lisboa (+8%) e de Faro e Funchal (+4%).
O segmento internacional regular (passageiros) é, efetivamente, o grande impulsionador do crescimento global do tráfego de e para as infraestruturas aeroportuárias nacionais, tendo apresentado um incremento homólogo de 7%. O espaço UE Schengen, excluindo o tráfego doméstico, foi o mercado mais dinâmico (+10%) destacando-se, neste trimestre, o contributo das operações da companhia aérea de baixo custo – Ryanair – especificamente no mercado alemão. O espaço UE não Schengen também cresceu, aproximadamente 7%, com enfoque nas operações de e para mercado inglês.
As rotas para países terceiros apresentaram um decréscimo em termos homólogos (-3%). Para este decréscimo contribuíram, particularmente, as quebras registadas nos principais mercados, como sejam o Brasil (-7%), os Estados Unidos (-2%) e Angola (-4%)
O trafego doméstico cresceu, quer em número de passageiros (18%), quer em número de movimentos (7%). Este crescimento centrou-se, fundamentalmente, na ligação Lisboa / Porto (+15%) e no especial contributo das operações da transportadora low cost – Ryanair, cuja oferta de serviços encontrou correspondência na procura de transporte aéreo nesta rota.
No que se refere às principais alterações de operadoras, face ao período homólogo, mantém-se o destaque do trimestre anterior, no que releva ao aeroporto de Lisboa, isto é, a saída da West Air Europe (Luxembourg) da rota regular para o Funchal. Ainda no aeroporto de Lisboa sublinha-se entrada da operadora nacional Orbest SA nas ligações a diversos mercados (Espanha, Republica Dominicana e México).
No aeroporto do Porto, o enfoque vai para o início das operações não regulares da Orbest SA para vários aeroportos espanhóis, bem assim como a entrada da Turkish Airlines na ligação regular a Istambul-Ataturk Int. Destaca-se ainda neste aeroporto, a saída dos TACV, S.A. das ligações a Cabo Verde.
No aeroporto de Faro, as principais alterações verificaram-se no segmento regular, com a entrada da Air Nostrum nas ligações a Madrid e da Vueling SA nas ligações a Barcelona.
No aeroporto do Funchal destaca-se a entrada da British Airways na ligação ao mercado inglês (London Gatwic).
Por último, no aeroporto de Ponta Delgada registou-se a entrada das operadoras Ryanair, na ligação a London – Stansted, e da Easyjet Airline Company Limited, nas ligações ao aeroporto de Lisboa.

ANAC Boletim do 3ºTrimestre de 2015 (Pdf)

Artigos relacionados

Mais em Aeroportos, Aviação Comercial, Europa (92º de 828 artigos)

O objeto de análise do presente Boletim corresponde ao pico do Verão IATA e, por conseguinte, ao período do ano mais propício ao crescimento do tráfego aéreo nacional. ...