pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Europa, Aviação Comercial, Aeroportos

ANAC – Boletim Estatístico Trimestral N.º 27 JUL-SET 2015

O terceiro trimestre de 2015 apresentou um crescimento homólogo de 5.4% no que a movimentos realizados no conjunto dos aeroportos nacionais diz respeito. Para este crescimento contribuíram os principais aeroportos nacionais; Porto (11%), Ponta Delgada (9%), Lisboa (5%), Funchal e Faro cresceram ambos 2%.
Por seu turno, o transporte de passageiros cresceu 8% neste trimestre, também em todos os principais aeroportos. O aeroporto de Ponta Delgada apresentou a maior variação homóloga mais expressiva (+22%), seguido do Porto (+16%), de Lisboa (+8%) e de Faro e Funchal (+4%).
O segmento internacional regular (passageiros) é, efetivamente, o grande impulsionador do crescimento global do tráfego de e para as infraestruturas aeroportuárias nacionais, tendo apresentado um incremento homólogo de 7%. O espaço UE Schengen, excluindo o tráfego doméstico, foi o mercado mais dinâmico (+10%) destacando-se, neste trimestre, o contributo das operações da companhia aérea de baixo custo – Ryanair – especificamente no mercado alemão. O espaço UE não Schengen também cresceu, aproximadamente 7%, com enfoque nas operações de e para mercado inglês.
As rotas para países terceiros apresentaram um decréscimo em termos homólogos (-3%). Para este decréscimo contribuíram, particularmente, as quebras registadas nos principais mercados, como sejam o Brasil (-7%), os Estados Unidos (-2%) e Angola (-4%)
O trafego doméstico cresceu, quer em número de passageiros (18%), quer em número de movimentos (7%). Este crescimento centrou-se, fundamentalmente, na ligação Lisboa / Porto (+15%) e no especial contributo das operações da transportadora low cost – Ryanair, cuja oferta de serviços encontrou correspondência na procura de transporte aéreo nesta rota.
No que se refere às principais alterações de operadoras, face ao período homólogo, mantém-se o destaque do trimestre anterior, no que releva ao aeroporto de Lisboa, isto é, a saída da West Air Europe (Luxembourg) da rota regular para o Funchal. Ainda no aeroporto de Lisboa sublinha-se entrada da operadora nacional Orbest SA nas ligações a diversos mercados (Espanha, Republica Dominicana e México).
No aeroporto do Porto, o enfoque vai para o início das operações não regulares da Orbest SA para vários aeroportos espanhóis, bem assim como a entrada da Turkish Airlines na ligação regular a Istambul-Ataturk Int. Destaca-se ainda neste aeroporto, a saída dos TACV, S.A. das ligações a Cabo Verde.
No aeroporto de Faro, as principais alterações verificaram-se no segmento regular, com a entrada da Air Nostrum nas ligações a Madrid e da Vueling SA nas ligações a Barcelona.
No aeroporto do Funchal destaca-se a entrada da British Airways na ligação ao mercado inglês (London Gatwic).
Por último, no aeroporto de Ponta Delgada registou-se a entrada das operadoras Ryanair, na ligação a London – Stansted, e da Easyjet Airline Company Limited, nas ligações ao aeroporto de Lisboa.

ANAC Boletim do 3ºTrimestre de 2015 (Pdf)

Artigos relacionados

Mais em Aeroportos, Aviação Comercial, Europa (172º de 732 artigos)

No terceiro trimestre de 2016, o transporte aéreo em Portugal manteve a toada de crescimento comparativamente com o período homólogo. O número de movimentos realizados no conjunto dos aeroportos nacionais ...