pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

América do Sul, Aeroportos

Aviação Comercial – Brasil privatiza aeroportos

Os aeroportos a serem licitados foram divididos em quatro blocos. O primeiro inclui apenas o aeroporto de Congonhas, em São Paulo, segundo maior do país com movimento de 21 milhões de passageiros por ano. Outro bloco abrange aeroportos do Nordeste do Brasil (Maceió, Aracaju, João Pessoa, Campina Grande, Juazeiro do Norte e Recife). Um terceiro será formado por terminais localizados no estado de Mato Grosso (Cuiabá, Sinop, Ala Floresta, Barra do Garça e Rondonópolis). O último bloco vai abranger os aeroportos de Vitória e de Macaé.
Ainda no setor aeroportuário, a empresa estatal de gestão da infraestrutura aeroportuária tem em curso a licitação que vai alienar 49% de ações abrangendo os aeroportos de Guarulhos-SP, Confins-BH, Galeão –RJ e Brasília.
Os lotes de linhas de transmissão – vistos “como investimento de renda fixa” —, a serem licitados em dezembro, distribuem-se por dez estados: Bahia, Ceará, Pará, Paraná, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Minas, Gerais e Tocantins.

O britânico Financial Time informa que em resultado do leilão, esta quinta-feira 24, os aeroportos de Porto Alegre e Fortaleza foram concessionados à alemã Fraport AG Frankfurt Airport Services Worldwide enquanto a francesa Vinci Airports ficou com o aeroporto de Salvador e a suíça Zurich International Airport arrematou o aeroporto de Florianópolis.

adaptação do texto publicado na página de internet “A Semana”
(24 Agosto 2017)

Artigos relacionados

Mais em Aeroportos, América do Sul (223º de 414 artigos)

A TAM contratou a empresa inglesa Oxford Economics e a canadiana Arup para mapear os pontos positivos e negativos dos aeroportos de Fortaleza, Recife e Natal, que disputam hub ...