pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Ground Handling, América do Sul, Aeroportos

Brasil – Grupo Vinci vai administrar 7 aeroportos do grupo Norte

No Brasil foram concessionados 22 aeroportos em 12 estados, num processo dirigido pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Os aeroportos estavam divididos em três blocos – Norte, Sul e Central – Os franceses da Vinci,

também donos da ANA – Aeroportos de Portugal, ganharam o bloco Norte, que inclui os aeroportos de Manaus, Porto Velho, Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Tabatinga, Tefé e Boa Vista. O grupo CCR, venceu os outros dois blocos Sul e Central. As concessões vigoram por 30 anos.
O grupo Norte serve de porta de entrada para a região amazónica e estados brasileiros vizinhos, os aeroportos receberam 4,7 milhões de passageiros em 2019. Eles são essenciais para a abertura de uma região de 3,8 milhões de km². Além de assegurar a operação, manutenção e modernização dos terminais e pistas, a Vinci informou que pretende transformar esses aeroportos em infraestruturas ecoeficientes “aeroportos verdes”.
Nicolas Notebaert, presidente da Vinci Airport, disse que entrada do grupo naquela região está ligada a uma estratégia de consolidar a atuação no Brasil e na América Latina, além de estimular “aeroportos verdes”, que respeitem políticas ambientais:
– Meta de zero emissões líquidas;
– Instalações fotovoltaicas;
– Gestão da água e resíduos sólidos;
– Implantação de laboratórios de diversidade;
– Projetos para redução da pegada de carbono em parceria com as ONGs locais.

Brasil Manaus

Artigos relacionados

Mais em Aeroportos, América do Sul, Ground Handling (104º de 1246 artigos)

A concessionária de aeroportos Vinci Airports Brasil, que tem um contrato de concessão de 30 anos para os oito aeroportos espalhados pelas regiões norte e nordeste do Brasil, anunciou o início das obras de ...