pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Ground Handling, América do Sul, Aeroportos

Brasil – Grupo Vinci vai administrar 7 aeroportos do grupo Norte

No Brasil foram concessionados 22 aeroportos em 12 estados, num processo dirigido pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Os aeroportos estavam divididos em três blocos – Norte, Sul e Central – Os franceses da Vinci,

também donos da ANA – Aeroportos de Portugal, ganharam o bloco Norte, que inclui os aeroportos de Manaus, Porto Velho, Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Tabatinga, Tefé e Boa Vista. O grupo CCR, venceu os outros dois blocos Sul e Central. As concessões vigoram por 30 anos.
O grupo Norte serve de porta de entrada para a região amazónica e estados brasileiros vizinhos, os aeroportos receberam 4,7 milhões de passageiros em 2019. Eles são essenciais para a abertura de uma região de 3,8 milhões de km². Além de assegurar a operação, manutenção e modernização dos terminais e pistas, a Vinci informou que pretende transformar esses aeroportos em infraestruturas ecoeficientes “aeroportos verdes”.
Nicolas Notebaert, presidente da Vinci Airport, disse que entrada do grupo naquela região está ligada a uma estratégia de consolidar a atuação no Brasil e na América Latina, além de estimular “aeroportos verdes”, que respeitem políticas ambientais:
– Meta de zero emissões líquidas;
– Instalações fotovoltaicas;
– Gestão da água e resíduos sólidos;
– Implantação de laboratórios de diversidade;
– Projetos para redução da pegada de carbono em parceria com as ONGs locais.

Brasil Manaus

Artigos relacionados

Mais em Aeroportos, América do Sul, Ground Handling (124º de 933 artigos)

«A gestora aeroportuária espanhola Aena assumiu o aeroporto de Aracaju-Santa Maria, o quarto dos seis do Nordeste ...