pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

América do Sul, Aeroportos

Brasil – Os aeroportos de Londrina (PR), Campina Grande (PB) e Vitória (ES) passam a contar com ILS

«É comum ouvir que o “aeroporto está operando por instrumento”. Isso acontece quando as condições climáticas não são boas e o Sistema de Pouso por Instrumentos (ILS) entra em ação. O sistema, que auxilia o piloto durante o pouso quando a visibilidade é baixa, está implantado em 32 aeroportos do Brasil. E a previsão é que os aeroportos Londrina (PR), Campina Grande (PB) e Vitória (ES) passem a contar com o aparelho em breve. O próximo aeroporto a receber a tecnologia é o de Vitória.

Existem três tipos de ILS (categorias 1, 2 e 3), que são instalados conforme a necessidade e as características de cada região. 28 (de acordo com o mapa são 31) aeroportos contam com o equipamento de categoria 1; quatro (de acordo com o mapa são 6) de categoria 2. Os aeroportos de Guarulhos (SP), Galeão (RJ) e Curitiba (PR) serão os primeiros do país a receber o ILS CAT 3. Guarulhos, o maior aeroporto do país, deve ser o primeiro deles a receber o moderno aparelho utilizado em vários aeroportos ao redor do mundo.
Os últimos aeroportos que receberam investimentos em relação ao ILS foram os de Porto Alegre (RS) e Joinville (SC).
O ILS CAT 2 do Aeroporto Internacional Salgado Filho (RS) começou a funcionar em 20 de junho, após homologação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Assim como os demais aeroportos do Sul do Brasil, o Salgado Filho sofre com intenso nevoeiro entre os meses de maio e agosto, período de inverno. Com a novidade, o aeroporto deve diminuir em pelo menos 30% o tempo em que permanece fechado devido ao mau tempo.
Sete dias depois foi a vez de Joinville receber o primeiro vôo com auxilio o ILS CAT 1. Até então, o aeroporto não contava com aparelhos deste tipo. A partir de agora, a expectativa é reduzir em pelo menos 60% o fechamento do aeroporto por causa de mal tempo.
Até 2015, Curitiba deve concluir a ampliação do seu sistema, podendo diminuir em pelo menos 13% o tempo em que permanece fechado. A melhora no Galeão, no Rio de Janeiro, que também chegará à categoria 3 de ILS poderá diminuir em 50% este tempo.

O aparelho
O ILS é um sistema composto por equipamentos eletrônicos instalados na pista e nos aviões, que praticamente guia o piloto até o pouso quando a névoa encobre o horizonte.
A instalação – ou a modernização – de um aparelho deste requer um grande investimento. É necessária uma série de melhorias na infraestrutura do aeroporto, além da aquisição de equipamentos de suporte e mudanças na área operacional. Além disso, as tripulações e as aeronaves devem acompanhar as mudanças para estarem compatíveis com o novo aparelho do aeroporto.
A Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República (SAC) tem coordenado este trabalho junto a outros órgãos aeroportuários para agilizar ao máximo a instalação desses aparelhos quando necessário.

Santos Dumont
Apesar de sofrer constantemente com o mau tempo, o Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, não conta com ILS devido à geografia dos arredores do terminal. O aeroporto conta com vários outros sistemas que auxiliam o piloto quando o tempo está ruim.»

artigo publicado na página de internet “Portal Brasil”
(9 Julho 2014)

Artigos relacionados

Mais em Aeroportos, América do Sul (13º de 359 artigos)

«Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, passa a ser administrado pela empresa alemã a partir desta sexta-feira (28). A Fraport, que já opera noutros aeroportos pelo mundo, vai ter o compromisso de ...