pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

América do Sul, Aeroportos

Brasil – programa “Treinar” da SAC forma 800 bombeiros de aeródromo

Carro bombeiros aeroporto

«Vinte aeroportos de oito Estados foram livrados de restrições operacionais entre 2013 e meados de 2014, após receberem bombeiros treinados pela SAC (Secretaria de Aviação Civil). Em alguns casos, a falta de profissionais especializados em combate a incêndio em aeródromos ameaçava provocar o fechamento dos terminais.
Do início de 2013 até junho de 2014, foram capacitados 800 bombeiros de aeródromo pelo programa Treinar, da SAC. O número representa o preenchimento de 72,7% do déficit desses profissionais no Brasil. De acordo com levantamento realizado no fim de 2012 pela secretaria, os aeroportos brasileiros precisariam de 1.100 bombeiros até o fim de 2015 em 115 aeroportos regionais. Desses, 84 já foram atendidos.
Em 2013 foram formados 386 bombeiros de aeródromos (operador de socorros e emergências de aeródromos) e 66 gestores de Serviço de Prevenção, Salvamento e Combate a Incêndio em Aeródromos Civis (SESCINC). Em 2014, foram 348 bombeiros até o mês de junho. Para o segundo semestre, estão previstas três turmas de formação para a categoria e outras três para gestor, cada uma com 40 vagas. Em 53 dos 115 aeródromos regionais contemplados nesta fase do Treinar há voos regulares. Empresas aéreas já manifestaram interesse em operar nos outros 62.

Segurança
Os profissionais que atuam na seção contraincêndio dos aeroportos são responsáveis pela prevenção, pelo salvamento e pelo combate a incêndios. A atividade é crucial para o perfeito funcionamento do aeródromo e segurança dos usuários, conforme explica a coordenadora do programa de capacitação da SAC, Isabella Melo.
“Esses profissionais precisam estar habilitados como bombeiro de aeródromo, e a preparação para atuarem em emergências aeronáuticas e aeroportuárias é primordial para manter os níveis adequados de segurança nas operações dos aeroportos brasileiros”, afirma Melo.
A falta de requisitos de segurança pode implicar em restrição à operação de voos com aeronaves de determinado porte que operam naquele aeroporto. No limite, a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) pode recomendar até mesmo o fechamento do terminal.
A iniciativa da SAC de capacitar pessoal faz parte do programa de aviação regional, que também tem investido em infraestrutura. Além disso, em julho a Secretaria entregou 35 camiões de combate a incêndio em 23 aeroportos regionais.»

artigo publicado na página de internet “Sac Secretaria Aviação Civil”
(15 Setembro 2014)

TÉCNICO(A) DE SOCORROS E EMERGÊNCIAS DE AERÓDROMO – TSEA ou Oficial de Operações de Socorros – OPS

Artigos relacionados

Mais em Aeroportos, América do Sul (110º de 359 artigos)

«Os aeroportos de Jaguaruna e Lages, em Santa Catarina, voltam a operar no próximo mês, após entrega de Carro Contraincêndio (CCI) adquiridos pela Secretaria de Aviação da Presidência da ...