pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Ground Handling, América do Sul, Aeroportos

Brasil – Quarenta milhões de brasileiros vivem a mais de 100 quilómetros de um aeroporto

«Aviação regional com 96% dos brasileiros mais próximos de aeroportos. Isso será possível com melhorias na infraestrutura e gestão dos aeroportos regionais e do fomento, por meio da concessão de subsídio da passagem aérea regional
Quarenta milhões de brasileiros vivem a mais de 100 quilómetros de um aeroporto com voos regulares. Há casos em que essa distância aumenta em oito vezes. Esses números, levantados pela Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República, mostram a necessidade de investimentos na aviação regional. Hoje só há cerca de 100 aeroportos em operação no interior do país. Ou seja: não há integração eficiente e rápida que permita a mobilidade das pessoas.
Para mudar essa realidade, o Governo Federal tem trabalhado três eixos: da infraestrutura, com reforma e ampliação de pistas, pátios e terminais; do fomento, por meio da concessão de subsídio da passagem aérea regional; e da gestão, na definição de regras para os operadores dos aeroportos regionais. “Nosso objetivo com essas ações é fazer com que 96% dos brasileiros estejam a menos de cem quilómetros de um aeroporto em condição de receber voos”, explica o ministro da Aviação Civil, Moreira Franco.

Infraestrutura – Numa primeira etapa, duzentos e setenta aeroportos vão ser reformados, ampliados ou construídos. Quarenta deles já receberam melhorias nos últimos anos. Em três anos e meio foram investidos R$ 401,6 milhões e outros R$ 378 milhões estão em execução.
Houve investimento de R$ 145 milhões em reforma ou ampliação de terminais de passageiros de 28 aeroportos. O que permitiu colocar à disposição 79 mil metros quadrados de terminais nesses aeroportos. Em 27 deles foram feitas melhorias de pista e pátio, totalizando R$ 88 milhões em investimento.
Em se tratando de segurança, cerca de 30 aeroportos receberam R$ 26,1 milhões para aprimorar a estrutura de navegação aérea; R$ 8,8 milhões foram usados para compra de novos equipamentos; e R$ 68,3 milhões na compra de veículos de combate a incêndios. Cinco aeroportos tiveram o terminal de carga ampliado.
Além destes investimentos, foram realizados estudos de viabilidade em 220 aeroportos regionais. Destes, 101 já estão projetos em elaboração. Após a conclusão da análise desses projetos, os aeroportos já podem ser encaminhados para o licenciamento ambiental e licitados.
No total, já foram assinados 26 contratos com empresas projetistas para a elaboração de projetos executivos de terminais, pista, pátio torres de controle e seções contra incêndio dos aeroportos regionais. Os contratos já assinados e em execução somam R$ 197 milhões.

Parte: 1 2

Artigos relacionados

Mais em Aeroportos, América do Sul, Ground Handling (203º de 532 artigos)

«Os aeroportos de Jaguaruna e Lages, em Santa Catarina, voltam a operar no próximo mês, após entrega de Carro Contraincêndio (CCI) adquiridos pela Secretaria de Aviação da Presidência da ...