pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Ground Handling, Europa, Aeroportos

Espanha – Aena investe 2.600 milhões para aumentar a capacidade operativa dos aeroportos

«A Aena, gestora dos aeroportos espanhóis, propôs um investimento que rondará os 2.600 milhões de euros e que será canalizado para obras de melhoria das infra-estruturas, expansão e incremento da rede aeroportuária, entre 2017 e 2021.

Da quantia total, 2.185 milhões serão investimento ligado directamente à actividade aeronáutica; o objectivo será o de «optimizar ao máximo a capacidade operativa dos aeroportos», mantendo a segurança e a qualidade dos serviços prestados.
Através da implementação de um plano de investimentos baseado na «viabilidade, eficiência e na segurança», a Aena pretende fomentar a «máxima rentabilidade» das instalações aeroportuárias, intenção corroborada pelo Ministro do Fomento, Íñigo de la Serna, durante um congresso realizado para divulgar o relatório da DORA, o Documento de Regulação Aeroportuária que será apresentado ao Conselho de Ministros de Espanha. O investimento médio anual situar-se-ia nos 530 milhões.
Recorde-se que o documento DORA (Documento de Regulación Aeroportuaria) estabeleceu-se como uma peça-chave para o futuro crescimento, competitividade e segurança do sistema aeroportuário espanhol, encontrando-se, presentemente, a ser finalizado pela Direcção Geral da Aviação espanhola, antes de esperar a aprovação, nas próximas semanas, do Conselho de Ministros. É resultado de uma proposta fundadora da Aena, prevendo-se que estabeleça, para os próximos 5 anos, as tarifas aeroportuárias de aplicação na rede da Aena, os investimentos a serem feitos e a qualidade dos serviços.
Entre os alvos deste investimento estão o Aeroporto de Palma de Maiorca, o Aeroporto Adolfo Suárez Madrid-Barajas, o Aeroporto de Barcelona-El Prat, o Aeroporto de Tenerife Sur, o Aeroporto de Ibiza e o Aeroporto de Bilbau; em todos eles deverão ser executadas obras com vista à ampliação infra-estrutural, remodelação de edifícios e mudanças na estrutura dos terminais.»

artigo publicado na revista “Cargo Edições
(19 Janeiro 2017)

Espanha Aena gestora de Aeroportos

Artigos relacionados

Mais em Aeroportos, Europa, Ground Handling (193º de 612 artigos)

«O aeroporto espanhol de Ciudad Real, que chegou a ser conhecido como elefante branco ou aeroporto fantasma pela ausência de tráfego aéreo, foi vendido esta sexta-feira, 15 de Abril, à empresa CR ...