pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Europa, Aeroportos

Tempestade no norte da Europa paralisa aeroportos

Tempestade

Após passar pelo Reino Unido, a tempestade Xavier atingiu nesta quinta-feira (05/12), com ventos de categoria de furacão, também a Alemanha, onde paralisou as atividades nos aeroportos. Os ventos superaram em alguns momentos 130 km/h e devem gerar, além de temporais, neve e chuvas de granizo em partes do país.
O governo alemão soou no início do dia o alerta no centro responsável por casos de catástrofes. No estado de Schleswig-Holstein, os comboios interestaduais pararam de circular logo no início da tarde. Todos os comboios para a ilha de Sylt, norte da Alemanha, estão suspensos. Praticamente todos os voos foram cancelados no aeroporto de Hamburgo. Na cidade, há o temor de que o nível das águas suba mais de quatro metros.
Antes de atingir a costa alemã, o furacão havia passado pelo norte do Reino Unido, onde deixou dois mortos. Uma das vítimas foi um homem que não resistiu aos ferimentos causados por uma árvore que caiu sobre ele num parque do condado de Nottinghamshire, região central da Inglaterra. Antes dele, o motorista de um camião morrera na Escócia após seu veículo ter tombado na estrada devido à força dos ventos.
Mais de 100 mil residências ficaram sem energia elétrica na Escócia. Tempestades seguem em direção ao sul da Inglaterra, e as autoridades vêm pedindo aos milhares de moradores da região costeira de Norfolk, Suffolk e Essex que deixem suas casas a fim de evitar enchentes.
A passagem do furacão pelo norte da Europa também gerou consequências na Dinamarca, onde o acesso às maiores pontes do país foi bloqueado – inclusive à que faz ligação com a Suécia. Na costa oeste da península de Jutlândia, o vento arrancou o telhado de casas. A polícia orienta a população a não ir à rua durante o mau tempo.

Rafael Plaisant, adaptação do texto publicado na página de internet “Dw
(5 Dezembro 2013)

Artigos relacionados

Mais em Aeroportos, Europa (50º de 524 artigos)

Os passageiros que embarquem para os Estados Unidos e Reino Unido a partir de aeroportos em dez países de maioria muçulmana vão ser proibidos de entrar na cabina com tablets e outros aparelhos de maiores ...