pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Ground Handling, Aviação Comercial, Ásia e Oceânia

A Emirates passa a operar só com Airbus A380 e Boeing B777

De modo a oferecer uma experiência única aos seus passageiros e a melhorar o seu impacto ambiental através da sua moderna frota de grandes aviões comerciais, a Emirates retirou os últimos A330 e A340 das suas rotas.

Isto faz da Emirates a primeira e única companhia aérea do mundo a operar voos de passageiros com Airbus A380 e Boeing B777 (B777-200, B777-200LR, B777-300 e B777-300ER).

A Emirates retirou recentemente o A6-EAK do serviço operacional. Este foi o último dos 29 aviões A330 que faziam parte da sua frota. O A6-EAK juntou-se à Emirates em 2002 e voou mais de 60.000 horas, percorrendo um total de 45 milhões de quilómetros em 14,5 anos. Estes valores equivalem a 60 viagens entre a Terra e a Lua. A Emirates também retirou o A6-ERN, sendo este modelo dos A340 que se juntou à companhia aérea em 2004, originalmente fabricado em 1999, o último da frota a voar.
Desde janeiro de 2015, a Emirates retirou 18 aviões A330 e cinco A340 da sua frota. A idade média dos aviões A330 e A340 era de 16,5 anos, um valor bastante inferior comparando com a idade média de 25 anos dos aviões das restantes companhias aéreas. Além dos retirados de serviço desde janeiro de 2015, a Emirates prevê a suspensão gradual de cerca de 25 aviões ao longo de 2017 e 2018, a fim de assegurar que a frota operacional permaneça moderna e eficiente, oferecendo aos passageiros um maior nível de conforto e segurança.

Artigos relacionados

Mais em Ásia e Oceânia, Aviação Comercial, Ground Handling (10º de 593 artigos)

A Emirates e a flydubai apresentaram ontem uma parceria que irá permitir às duas companhias aéreas, com sede no Dubai, unir forças para oferecer aos passageiros opções de viagem únicas. ...