pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Ground Handling, Europa, Aviação Comercial

A Hi Fly, companhia área portuguesa, deixa de voar no final do ano com o Airbus A380

Hi Fly vai deixar de operar com o seu avião Airbus A380, o maior avião de passageiros do mundo, no final deste ano. A companhia aérea portuguesa decidiu não renovar o contrato de leasing,

por considerar que a pandemia de Covid-19 reduziu “a procura de aeronaves de grande porte”.
“Após quase três anos de operações bem-sucedidas em todo o mundo”, a Hi Fly decidiu não estender o período inicial de aluguer acordado “como consequência da pandemia Covid-19, que reduziu drasticamente a procura de aeronaves de grande porte”.
Neste contexto, o Airbus 380 será substituído na frota da companhia aérea que opera a partir do aeroporto de Beja, por alguns Airbus A330 adicionais, “um avião menor e mais adequado para as atuais condições do mercado”.
O A380 foi concebido para competir com o icónico Boeing 747, que celebrou 50 anos no ano passado. Com dois luxuosos andares, a aeronave da fabricante europeia consegue sentar entre 575 a 853 passageiros, dependendo da configuração. Com os seus quatro motores, é capaz de atingir uma velocidade de 1.080 Km/h. E a capacidade de armazenamento de 320 mil litros de combustível dá ao A380 uma autonomia de 14.800 Km. Contas feitas, este avião tem autonomia para ir quase duas vezes da Rússia aos Estados Unidos, já que a distância entre os dois países é de 8.781 km.
Contando com a Hi Fly, já só há 15 companhias aéreas a operar com o A380. O fim da produção do Airbus 380 já era conhecido desde o ano passado, dado o declínio de encomendas. Contudo, face à crise provocada pela pandemia, as companhias áreas estão a optar por operarem com aeronaves de menores dimensões, dada a quebra abrupta de passageiros.

Artigos relacionados

Mais em Aviação Comercial, Europa, Ground Handling (3º de 1157 artigos)

A Emirates anunciou planos para operar o Airbus A380 quatro vezes por dia para Londres Heathrow (LHR) a partir de 27 de novembro e seis vezes por semana para Manchester (MAN) a partir de 2 de dezembro. ...