pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Europa, Aviação Comercial, América do Sul

“A sangria acabou.” Aventura da TAP na manutenção no Brasil (VEM) custou mais de 500 milhões

«Presidente da TAP decidiu fechar a operação da Manutenção em Campo Alegre, no Brasil. Fê-lo depois de despedir mil pessoas. Ao longo dos vários anos, a empresa afundou mais de 500 milhões de euros na VEM.

Quase tanto quanto a dívida bancária da companhia
A decisão foi revelada pelo presidente executivo da TAP ao Expresso, numa entrevista publicada na íntegra no sábado no semanário. A VEM (Varig Engenharia e Manutenção), operação de manutenção no Brasil, foi responsável por milhões de euros em prejuízos ao longo de anos. Agora, o mal foi cortado pela raiz.
“Desde a privatização passámos por um trabalho de eficiência no Brasil para tentar otimizar a operação, estancar a sangria, parar de perder dinheiro. Isso foi feito durante 2016 e primeiro semestre de 2017. Este ano percebemos que mesmo com os esforços de eficiência, a operação, da forma como estava desenhada, não tinha condições de contribuir para o grupo positivamente”, afirmou Antonoaldo Neves. “Chegámos à conclusão de que era preciso reduzir drasticamente a operação”
A TAP fechou em julho a operação de Porto Alegre, mantendo “apenas duas pequenas operações, uma de motores, estamos à procura de um parceiro para ficar com essa operação, e há também um negócio de trens de aterragem. É residual”.
No processo foram despedidas mil pessoas e, este ano, “até julho, a operação deu pela primeira vez “break-even” [equilíbrio]”. Ao longo de todos estes anos, o investimento perdido na empresa foi superior a 500 milhões de euros. Um valor que se aproxima da dívida bancária da TAP.»

artigo publicado na página de internet “Expresso”
(11 Setembro 2018)

Antonoaldo Neves – Presidente-executivo da TAP dá a sua primeira entrevista. Assume erros na pontualidade e anuncia crescimento
Entrevista em setembro de 2018 – “Vamos duplicar o tamanho da TAP”

 

Artigos relacionados

Mais em América do Sul, Aviação Comercial, Europa (100º de 1028 artigos)

«O grupo IAG, formado pela British Airways (BA), Iberia, Vueling e Aer Lingus, acertou com a Globalia a compra da Air Europa. A operação de fusão das duas maiores companhias aéreas espanholas estará ...