pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Aviação Comercial, África

Angola – Gestão da TAAG passa para as mãos da Emirates

«Foi assinado esta terça-feira, entre o Ministério dos Transportes da República de Angola e a Emirates, um acordo de parceria estratégica para o desenvolvimento da TAAG – Linhas Aéreas de Angola.
Em comunicado, o Governo de Angola refere que o acordo dá corpo a um Contrato de Gestão da TAAG pela Emirates, através do qual a gestão de topo da TAAG passará a ser principalmente da responsabilidade de uma equipa de executivos da Emirates.
O Contrato prevê um novo Modelo de Governação para a TAAG que passará a ser administrada por um Conselho de Administração composto por nove membros, assim distribuídos:
Cinco membros indicados pelo Governo angolano, nomeadamente o Vice-Presidente do Conselho de Administração e quatro administradores não executivos e quatro administradores executivos indicados pela Emirates, sendo um o Presidente do Conselho de Administração.
O comunicado refere ainda que a gestão corrente da TAAG será assegurada por uma Comissão Executiva, composta pelos administradores executivos indicados pela Emirates, nomeadamente, o Presidente da Comissão Executiva , os administradores com os pelouros Comercial, Operacional, Financeiro e Administrativo. A esses junta-se o Vice-Presidente do Conselho de Administração, indicado pela parte angolana.
Nos termos do acordo, o objectivo é dotar a TAAG de uma gestão profissional de nível internacional, libertando-a de problemas de eficácia e eficiência que vêm persistindo há longos anos, aumentar a oferta de destinos para os passageiros angolanos, melhorar o serviço que presta a estes e elevar os padrões de operacionalidade e segurança.
Constam igualmente dos propósitos, a transferência de conhecimentos e boas práticas da Emirates para a TAGG, contribuindo para a formação e potenciação dos gestores e técnicos da companhia aérea angolana, sanear financeiramente a companhia angolana, aplicar maior rigor em todos os processos de controlo, bem como reduzir os custos de operação, através de economias de escala que resultem da aquisição de produtos e serviços na rede do Grupo Emirates.

Parte: 1 2

Artigos relacionados

Mais em África, Aviação Comercial (40º de 418 artigos)

«A transportadora aérea Emirates anunciou hoje o “fim imediato” do contrato de concessão para gestão da companhia de bandeira angolana TAAG face “às dificuldades prolongadas que tem ...