pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Europa, Aviação Comercial

Aviação Comercial – Alitalia avança com processo de falência

«”A reunião de accionistas da Alitalia, realizada a 2 de maio, reparou com grande pesar o resultado do inquérito aos funcionários. O voto negativo [dos funcionários] determinou a incapacidade de implementar o relançamento e a reestruturação da empresa”

, explica a companhia aérea em comunicado emitido esta terça-feira, 2 de Maio.
“Os accionistas italianos e a Etihad, com base no forte potencial de crescimento da empresa, e num plano industrial que inclui redução de custos estruturais, dos quais dois terços não eram relativos a custos laborais, estavam comprometidos a recapitalizar e financiar o plano de dois mil milhões de euros”, contudo, explica a mesma fonte, “este compromisso estava sujeito a um acordo com os sindicatos de trabalhadores”, o que foi rejeitado.
O plano em causa previa o corte de 1.700 postos de trabalho e a redução em 8% dos ordenados dos tripulantes de cabine da Alitalia.
“O conselho de administração, que reuniu depois do encontro com os accionistas, tendo presente a séria situação económica e financeira da empresa, a indisponibilidade dos accionistas em refinanciar, e a impossibilidade de encontrar num curto prazo de tempo uma alternativa, decidiu unanimemente avançar com um pedido de ‘administração extraordinária’ em concordância com a lei italiana”, adianta a mesma fonte.
A companhia aérea, detida em 49% pela Etihad Airways, garante que “os voos agendados vão continuar” a ser realizados “como o planeado”.”O cenário mais provável é avançar para um período em que a Alitalia fica sob administração especial, que pode ficar concluído em seis meses com a venda parcial ou total dos activos da Alitalia ou então a liquidação”, explicou na semana passada o ministro da economia italiano, Carlo Calenda.»

Sara Antunes, artigo publicado na página de internet “Jornal de Negócios
(2 Maio 2017)

Artigos relacionados

Mais em Aviação Comercial, Europa (148º de 547 artigos)

«O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, considerou hoje que o acordo assinado com a Atlantic Gateway para compra e venda de ações da TAP corresponde a uma estabilização ...