pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Ground Handling, Aviação Comercial, Ásia e Oceânia, América do Norte

Aviação Comercial – o voo mais longo, Boeing 787-9 Dreamliner, Nova Iorque (JFK) a Sydney (SYD)

“Este é um momento realmente histórico para a Qantas, um momento histórico para a aviação australiana e um momento histórico para a aviação mundial.

Somos a primeira companhia aérea comercial a voar sem escalas de Nova Iorque para Sydney”, aplaudiu Alan Joyce, da Qantas.
No dia 20 de outubro de 2019 o Boeing 787 Dreamliner fez a ligação entre Nova Iorque e Sydney, sem qualquer escala, 16.200 mil quilómetros em menos de 20 horas.
Passageiros, pilotos e comissários de bordo, num total de 50 pessoas, foram minuciosamente monitorizados, de modo a perceber como reagia o organismo ao facto de estar confinado a um avião durante tantas horas e quais os efeitos no corpo humano de um voo feito no sentido contrário ao da rotação da Terra.
Este voo tem como objetivo realizar uma pesquisa cientifica do estado de saúde de seus ocupantes, minimizar o jet lag (alteração do ritmo biológico que ocorre após mudanças do fuso horário em longas viagens de avião), identificar os períodos ideais de descanso e trabalho da tripulação.
Nas próximas semanas todos os dados recolhidos vão ser avaliados, até porque a companhia aérea australiana pretende que esta ligação Nova Iorque-Sydney aconteça todos os dias, já a partir de 2022.

 

Artigos relacionados

Mais em América do Norte, Ásia e Oceânia, Aviação Comercial, Ground Handling (96º de 928 artigos)

A Emirates vai operar com o A380 de/para Amã, entre 01 de junho e 26 de outubro de 2019, ...