pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Europa, Aviação Comercial

Dia Mundial da Aviação e Cosmonáutica

O Dia Mundial da Aviação e Cosmonáutica celebra-se a 12 de abril, num momento em que a indústria da aviação tem previsto um crescimento de 4% ao ano, pós pandemia.  Neste contexto, tirar o curso de piloto de Linha Aérea pode ser uma opção de carreira viável e lucrativa a longo prazo. Todas as licenças de Piloto e respetivas qualificações que podem ser obtidas em Portugal serão reconhecidas em todos os países membros da EASA (Agência Europeia para a Segurança da Aviação).
Ao concluir o curso de Piloto de Linha Aérea (ATPL) na Europa será emitida uma licença EASA Parte FCL, permitindo assim uma carreira profissional na aviação comercial de passageiros em todas as companhias áreas registadas em 31 países, incluindo todos os membros da União Europeia, a Islândia, o Liechtenstein, a Suíça e a Noruega. A formação ATPL permite, assim, ingressar no mundo da aviação como piloto de referência.
“A vantagem de escolher tirar o curso na União Europeia e obter uma licença EASA permite ao piloto exercer a sua atividade em todos os países membros da EASA com a mesma legislação e procedimentos, sem ter que adquirir ou converter a licença de acordo com as regras de cada país. O que quer dizer que, com um pouco de persistência, os pilotos com uma licença da Global Flight School podem trabalhar mais facilmente em qualquer país da Europa”, afirma Nélio Fidalgo, presidente do Conselho de Administração da GFS.
A possibilidade de trabalhar como piloto em 31 países é uma das principais vantagens da aquisição da licença EASA, algo que leva muitos alunos a optar pelo mercado europeu no momento de escolher a escola onde pretendem tirar o curso de piloto.
A EASA é uma organização da União Europeia com o objetivo de promover os mais elevados padrões de segurança e proteção ambiental no sector da aviação na Europa. Atualmente sediada na Alemanha, conta com 27 países da UE, a Islândia, o Liechtenstein, a Suíça e a Noruega como membros. Contudo, diversos países estão em processo de adesão e outros que não fazem parte da EASA estão a adotar as mesmas regras e procedimentos aéreos. Com o regresso à normalidade pós-pandemia, a importância de apostar no mundo da aviação ganhou maior preponderância e, nesse sentido, a GFS inicia o próximo curso de Piloto de Linha Aérea (ATPL) em maio. O mesmo pode ser frequentado em quatro modalidades distintas: o ATPL Modular (E-Learning), o ATPL Blue, o ATPL Red e o ATPL Plus.
Ser piloto de linha aérea continua a ser das profissões com maior prestígio, empregabilidade e remuneração. Através dos seus cursos, a GFS pretende formar aproximadamente 75 alunos por ano com turmas que nunca excedem os 25 alunos, de forma a garantir um acompanhamento personalizado por instrutores de elite.

Artigos relacionados

Mais em Aviação Comercial, Europa (11º de 1060 artigos)

A Global Flight School (GFS), escola de aviação portuguesa, realiza um Open Day no dia 05 de março, nos seus hangares no aeródromo de Ponte de Sor. A inscrição no Open Day e no voo experimental ...