pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Cabine, Aviação Comercial, Ásia e Oceânia

Etihad Airways – Airbus A380 na classe Premium com “The Residence by Etihad”

A Etihad Airways é uma companhia aérea que tem crescido a um bom ritmo. Nesta fase, a companhia resolveu inovar ao alterar a cabine do seu avião Airbus A380, dando-lhe um luxo que não está ao alcance de todos. É, provavelmente, a forma mais luxuosa de voar numa linha aérea comercial
A classe Premium terá agora direito ao “The Residence by Etihad”, uma enorme suite de luxo considerada a grande inovação do programa Flying Reimagined. Levou cinco anos a estar pronta.
Neste luxuoso espaço, as paredes vão do chão ao teto, fazendo com que seja o local do avião onde se ouve menos ruído. A inspiração do visual deste “The Residence” provém dos jatos privados e iates. Já a iluminação, os objetos, a roupa de cama e a própria casa de banho remete para um ambiente saído dos hotéis mais luxuosos do mundo.
A suite está dividida em vários espaços. São mais de 11 metros quadrados divididos entre sala que contém um sofá de couro inclinado, área de refeições com frigorífico, quarto com cama de casal (2,08 metros de comprimentos e 1,20 metros de largura) e uma casa de banho privativa com duche.
De modo a apreciar o tempo da melhor forma possível, o The Reisdente disponibiliza uma TV de 32” com entradas HDMI, tomadas elétricas normais de 220 ou 110, entradas USB e um sistema de entretenimento em casa da Panasonic.
O melhor de tudo é que poderá levar um acompanhante para esta divisão, algo inédito na aviação. Tem ainda à disposição um mordomo para o ajudar no que for necessário.
Agora… os preços. Assim que a “The Residence” estiver operacional (fará a ligação entre Abu Dhabi e Londres), quem quiser a experiência terá de desembolsar, pelo menos, 21 mil dólares, algo como 15 mil euros.

adaptação do texto publicado na página de internet “T3sapo”
(7 Maio 2014)

“The Residence by Etihad”

PISTA73media

Artigos relacionados

Mais em Ásia e Oceânia, Aviação Comercial, Cabine (64º de 429 artigos)

«A regulação visa que os aviões sejam inspecionados de surpresa ao aterrar para averiguar o estado dos tanques. Se estiverem vazios, a companhia aérea detentora do avião terá de pagar uma multa. ...