pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Ground Handling, Europa, Aviação Comercial

IATA – Escalada da guerra comercial EUA e China pode ter «impacto muito significativo» na carga aérea

«De acordo com um relatório da IATA, de 3 de Agosto, a guerra comercial vivida entre os EUA e China – e suas repercussões internacionais – ameaça, cada vez mais, a atingir o transporte aéreo de pessoas e mercadorias.

«Após décadas de abertura de fronteiras»…regressa o proteccionismo
Num documento intitulado ‘Restrições Comerciais Pesam no Panorama do Transporte Aéreo’, a IATA afirma que «após décadas de globalização e abertura de fronteiras, a recente evolução da política comercial – em especial até à data entre os EUA e a China – começaram a reverter essa posição.
«Nós lançámos já uma nota de pesquisa reflectindo sobre os impactos de uma escalada nas tarifas sobre o sector de transporte aéreo», comunicou a IATA. «Com as tarifas a impactar directamente o preço dos bens e reduzindo a procura pelo comércio, parece haver uma clara ligação com a procura por serviços de carga aérea».
«No entanto, as tarifas de importação dos EUA implementadas até o momento excluíram bens tipicamente transportados por via aérea», afirmou a IATA, fazendo alusão ao aço e ao alumínio. Tais medidas «terão pouca ou nenhuma impacto na demanda de frete aéreo».
Escalada da guerra comercial terá impactos sérios na carga aérea
Mas a segunda vaga de agravamentos gizada pela administração Trump já não será inócua para o frete aéreo: «As propostas mais recentes são mais relevantes para a indústria, pois estendem-se a itens como semi-condutores e peças de veículos motorizados. Cerca de ¼ das tarifas propostas (de 10%) sobre 200 mil milhões de dólares de importações à China recaem sobre estes dois tipos de produto», alertou.
«A nossa conclusão geral é que, nesta fase, o impacto da actual escaramuça comercial na indústria do transporte aéreo está a ser relativamente moderado. No entanto, uma nova escalada pode resultar num impacto muito mais significativo tanto para a carga quanto para o passageiro», avisou a IATA.»

artigo publicado na revista “Cargo News
(6 Agosto 2018)

Artigos relacionados

Mais em Aviação Comercial, Europa, Ground Handling (49º de 1129 artigos)

Se os governos dos vários países não injetarem rapidamente dinheiro nas companhias aéreas, metade delas não irão sobreviver à crise. E estamos a falar de um universo de mais de 300 transportadoras, que ...