pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Ground Handling, Europa, Aviação Comercial

Lufthansa celebra com a Airbus a entrega do primeiro modelo A320neo do mundo

«A Lufthansa, juntamente com a Airbus e o fabricante de motores Pratt & Whitney, celebrou a entrega do primeiro avião Airbus A320neo. Carsten Spohr, Presidente do Conselho de Administração e CEO do Grupo Lufthansa, Fabrice Brégier, Presidente e CEO da Airbus, e Robert Leduc, Presidente da Pratt & Whitney, convidaram 700 clientes, parceiros e jornalistas para a cerimónia da entrega do avião em Hamburg-Finkenwerder. Depois da entrega, os dois primeiros aviões foram apresentados ao público.
O primeiro A320neo já está em operações regulares desde o arranque de 2016. O segundo modelo juntar-se-á à frota da Airbus da Lufthansa em breve. As experiências com o A320neo mostram claramente que os 15% de redução no consumo de combustível não só foram alcançados como até ligeiramente superados. Os motores significativamente menos ruidosos aumentam o conforto a bordo para os nossos passageiros e aliviam os residentes de locais perto dos aeroportos, reduzindo as emissões sonoras.
O desenvolvimento e a introdução do avião menos ruidoso e com maior eficácia no consume de combustível em pequenas ou médias distâncias é mais uma evidência de uma cooperação com êxito na indústria da aviação a nível europeu. “A Europa tem sido líder nesta fascinante indústria desde os primórdios da aviação”, referiu Carsten Spohr. “A Lufthansa e a Airbus desenvolvem há 40 anos uma parceria de confiança e produtiva. Juntos temos feito a indústria avançar e temos trazido muitas inovações para o mercado, tendo contribuído para o êxito da indústria aeroespacial da Europa. Com novos aviões mais eficientes, como o A320neo e o A350 XWB, estabelecemos normas para os nossos passageiros, reduzindo ao mesmo tempo o impacto no meio ambiente e nas pessoas que vivem nas vizinhanças dos aeroportos”.
“Em nome da Airbus, felicito a Lufthansa por ser o cliente de lançamento do A320neo. Juntos, abrimos um novo capítulo da aviação comercial e estou confiante de que o A320neo vai ao encontro dos objetivos ambientais da Lufthansa. O A320neo não só corta as emissões em todos os momentos da operação como reduz em metade a sua pegada ambiental em comparação com a geração anterior de aeronaves”, referiu Fabrice Brégier, Presidente e CEO da Airbus. “Nós, na Airbus, estamos muito satisfeitos em ter apoiado o crescimento da Lufthansa nas últimas quarto décadas com a nossa parceria que abrange praticamente toda a família da Airbus, do A320 ao A380.”
“É com orgulho que a Pratt & Whitney tem feito História ao lado da Lufthansa e da Airbus, marcando uma nova era da aviação comercial com a entrega do A320neo equipado com motores turbofan revolucionários de elevado bypass”, mencionou Robert Leduc, Presidente da Pratt & Whitney. “Aplaudimos a Lufthansa por ser o primeiro a beneficiar da nova tecnologia neste avião em termos de eficácia no consumo de combustível e de redução de emissões de ruído”.
Esta tarde, o A320neo descolou da fábrica da Airbus em Hamburgo-Finkenwerder num voo especial com o número LH9917 com os convidados e os jornalistas a bordo, tendo voado para o aeroporto de Fuhlsbüttel em Hamburgo e depois para Frankfurt. O A320neo foi equipado com um logotipo especial: “First to fly A320neo – Less noise. Less fuel. Less CO2“ (Os primeiros a operar o A320neo – Menos ruídos. Menos combustível. Menos CO2) decora a fuselagem traseira do avião da Lufthansa.
Mas há ainda outro motivo para celebrar esta parceria de já 40 anos entre a Lufthansa e a Airbus. A 9 de fevereiro de 1976, a Lufthansa recebeu o seu primeiro A300 em Hamburgo-Finkenwerder. Nos últimos 40 anos, as companhias aéreas do Grupo Lufthansa encomendaram 582 aviões Airbus. A Lufthansa é o maior cliente da Airbus com 392 aviões do fabricante europeu, incluindo 284 aviões da família A320 e 14 A380.
O Grupo Lufthansa encomendou 116 A320neos e A321neos, que irão ser entregues nos próximos anos. 60 aviões serão entregues com os novos motores PW1100G-JM da Pratt & Whitney. Um sistema especial intermediário de conversão 3:1 garante uma velocidade optimizada das ventoinhas e da turbina dentro do motor. Os novos motores e a aerodinâmica melhorada permitem uma redução significativa de ruído e de emissões. Com a nova tecnologia de motores, a pegada de ruído de 85 decibéis do novo A320neo é metade da dos aviões actuais.»

artigo publicado na revista “Cargo Edições”
(15 Fevereiro 2016)

Artigos relacionados

Mais em Aviação Comercial, Europa, Ground Handling (91º de 999 artigos)

A SMBC Aviation Capital, empresa de aluguer de aviões líder de mercado, assinou uma encomenda firme com a Airbus para mais 65 aviões da família A320neo ...