pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Aviação Comercial, América do Sul

Quem é o grupo chinês HNA, que comprou 23% da Azul

O grupo chinês HNA anuncia um investimento de 450 milhões de dólares na Azul, por uma participação de 23,7% na companhia aérea. O HNA Group torna-se assim maior acionista individual da brasileira e poderá indicar um membro ao conselho de administração.
O objetivo é “se beneficiar do tráfego substancial entre a China e o Brasil, que são fortes parceiros globais no comércio”, com desenvolvimento de novas rotas, expansão de programas de fidelidade e com code sharing, diz o grupo em comunicado.
Este é o segundo investidor estrangeiro que entra na Azul em poucos meses. Em junho, a americana United Airlines comprou 5% da brasileira por 100 milhões de dólares – ela também passou a contar com um membro no conselho de administração.
A entrada de capital vem logo após a compra da portuguesa TAP, em junho, numa disputa contra a Avianca.

HNA Group -do turismo aos financiamentos
O primeiro avião do HNA Group voou pela primeira vez em maio de 1993. Em pouco mais de 20 anos, ele passou de uma pequena companhia aérea chinesa a um conglomerado gigante, com negócios nas áreas de aviação, indústria, finanças, turismo e logística.
O grupo chinês controla de supermercados a bancos, de arrendamento de contentores a agências de turismo, com mais de 110.000 funcionários em todo o mundo.
O grupo figurou pela primeira vez na lista das 500 maiores empresas do mundo da Fortune este ano, ficando na 464a posição.
Em 2014, o lucro somou 206 milhões de dólares, 26% a mais que no ano passado. O faturamento foi de 25,65 bilhões de dólares, aumento de 36%.
O braço de aviação é o mais forte dentro do grupo. A HNA Aviation opera Hainan Airlines, Tianjin Airlines, Deer Jet, Lucky Air, Capital Airlines, West Air, Fuzhou Airlines, Urumqi Air, Yangtze River Express, MyCARGO, Africa World Airlines, Aigle Azur e outras companhias.

O grupo é o maior cliente da Embraer na Ásia e a subsidiária Tianjin foi a primeira chinesa a comprar o jato E190 da Embraer, tendo hoje 50 aviões desse modelo.

A Hainan Airlines é a maior companhia aérea privada da China e a quarta maior em tamanho de frota, com 561 aeronaves. Ela opera mais de 630 rotas nacionais e internacionais para 210 cidades na China e no Mundo.
Já na sua divisão financeira, a HNA Capital atua em leasing, seguros, bancos, serviços financeiros, fundos, entre outros. Na área de leasing, a Bohai Leasing arrenda aviações, navios e estruturas de infraestrutura, além de ser a maior do mundo em aluguer de contentores
O segmento de turismo opera em conjunto com serviços financeiros e de comércio eletrônico, levando 30 milhões de viajantes a cada ano para a Ásia, Europa e Américas. Ela possui 89 agências de turismo e opera o cruzeiro de luxo Henna.
O grupo gere 8 aeroportos que tiveram um fluxo de 38 milhões de passageiros no ano passado.

Karin Salomão, adaptação do texto publicado na página de internet “Exame”
(2016)

 

Artigos relacionados

Mais em América do Sul, Aviação Comercial (229º de 650 artigos)

«O grupo chinês HNA, acionista da TAP através do consórcio Atlantic Gateway e da companhia brasileira Azul, adquiriu a maioria do operador do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro, ...