pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Aviação Comercial, África

TAAG – Ligação aérea entre Angola e Cabo Verde depende da atribuição de subsídios

«A companhia aérea de Angola, TAAG, deverá suspender os voos entre Luanda e Praia, em Cabo Verde, caso não receba incentivos ou subsídios para manter a rota que é deficitária,

afirmou Peter Hill, cidadão britânico que ao serviço da Emirates assumiu a gestão da transportadora.
Peter Hill disse ao jornal angolano Valor Económico que a ligação a Cabo Verde é uma das rotas menos rentáveis operadas pela TAAG, “custando à companhia 2,5 milhões de dólares por ano para transportar uma média de apenas 20 pessoas por voo, luxo a que não nos podemos dar.”
O gestor disse ainda que uma decisão final dependerá do governo angolano, que poderá manifestar interesse na manutenção da ligação entre Luanda e Praia e estar preparado para subsidiá-la.
Hill adiantou que o governo de Cabo Verde também tem uma palavra a dizer sobre o assunto, que poderá passar pela redução das taxas de aterragem ou dos custos associados com combustíveis.
“Caso seja possível chegar a um entendimento sobre estas questões vamos assegurar a ligação enquanto serviço público”, disse o gestor da TAAG, que recordou que a companhia que gere “tem de ganhar dinheiro.”
A companhia aérea de Angola é gerida por uma equipa nomeada pela Emirates, ao abrigo de um acordo de cooperação assinado com o governo de Angola em 2014.»

artigo publicado na página de internet “Macauhub”
(1 Novembro 2016)

Artigos relacionados

Mais em África, Aviação Comercial (7º de 385 artigos)

«A transportadora aérea Emirates anunciou hoje o “fim imediato” do contrato de concessão para gestão da companhia de bandeira angolana TAAG face “às dificuldades prolongadas que tem ...