pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Ground Handling, Europa, Aviação Comercial

Tráfego aéreo em Portugal mais eficiente e sustentável – NAV Portugal implementa o TopSky

Organização Europeia para a Segurança da Navegação Aérea (Eurocontrol) e a NAV Portugal, cooperaram estreitamente para implementar o TopSky da Thales, um moderno sistema de automação de controle de tráfego aéreo que permite ao ANSP, provedor de serviços de navegação aérea, controlar rota, aproximação e tráfego oceânico. Uma notável história de sucesso em termos de implementação rápida e eficiente, o novo sistema está totalmente integrado desde o final de novembro, fornecendo à equipe operacional ferramentas inovadoras para lidar com o tráfego aéreo com segurança e eficiência, minimizando os impactos ambientais. Através da combinação de experiência local e de rede e sem problemas técnicos significativos ao longo do processo de implementação, a NAV Portugal conseguiu cumprir com sucesso o ambicioso plano de transição de seis semanas que estabeleceram capacidades gradualmente aumentadas. A transição estava em preparação há mais de dois anos.
“TopSky é um importante exemplo de modernização de sistemas de gestão de tráfego aéreo que aumentará a resiliência e o desempenho operacional e minimizará o impacto ambiental do tráfego aéreo. A estreita cooperação entre o Gestor de Rede EUROCONTROL e a NAV Portugal incluiu uma avaliação de impacto completa e apoio com medidas de rede durante a fase de implementação e permitiu-nos gerir e minimizar as reduções temporárias de capacidade com o apoio muito bom das partes interessadas operacionais.” Iacopo Prissinotti, Eurocontrol.
“A implementação de um novo sistema ATM com uma interface homem-máquina substancialmente diferente daquela usada por mais de 20 anos é um processo complexo. A NAV Portugal implementou o novo sistema não só no ACC de Lisboa, mas também nas torres de Lisboa, Porto, Faro, Funchal e Cascais. O nosso objetivo não era apenas modernizar o sistema, mas causar o menor transtorno possível a um setor que ainda recupera da sua maior crise. Com a ajuda da EUROCONTROL NM, autoridades nacionais civis e militares, operadores de aeronaves, parceiros COOPANS e sobretudo o empenho de todos os colaboradores da NAV, implementar o TopSky num curto período de 6 semanas foi, sem dúvida, um desafio vencido.” Carlos Bettencourt Reis, NAV Portugal
Em cada transição para um novo sistema ATM, a segurança do tráfego aéreo e, consequentemente, a segurança da tripulação e dos passageiros é a prioridade número um. Os controladores de tráfego aéreo precisam ser capazes de lidar com o tráfego aéreo com segurança quando começarem a usar um novo sistema com novas funcionalidades e recursos. No caso da NAV Portugal, as capacidades do setor ATC tiveram de ser reduzidas durante um período de seis semanas (uma redução de cerca de 30% nas primeiras duas semanas), com aumentos graduais todas as semanas para limitar o impacto nos utilizadores do espaço aéreo. Para melhor apoiar a transição, o EUROCONTROL NM realizou uma avaliação de impacto completa, incluindo medidas de rede para otimizar a capacidade e equilibrar a procura durante a transição. A NM organizou o apoio de outros ANSP, operadores de aeronaves e outros parceiros para permitir a implementação de medidas de rede com foco também na minimização do impacto ambiental, limitando extensões de rota e nivelamento de nível. Como o tráfego tinha de ser gerido de forma abrangente, a NAV Portugal trabalhou com NM, coordenadores de slots, aeroportos e companhias aéreas para reduzir o número de slots e, consequentemente, a pressão sobre setores específicos durante as duas primeiras semanas. Com o apoio da NM e dos provedores nacionais de serviços de navegação aérea, os sobrevoos foram redirecionados para Marrocos, Espanha e França sempre que possível.
Eurocontrol

 

Artigos relacionados

Mais em Aviação Comercial, Europa, Ground Handling (34º de 1412 artigos)

Seis semanas depois, e de acordo com o previsto e planeado com todos os operadores, a NAV Portugal concluiu a 28 de novembro a transição para o novo sistema de gestão de tráfego aéreo,  afirma a empresa ...