pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Ground Handling, Europa

Aeroportos e assistência em terra sem recursos humanos provocam “constrangimentos significativos”

A pandemia reduziu os recursos nos aeroportos e na assistência em terra e agora os aeroportos estão com dificuldades em responder ao aumento do tráfego. O aumento “súbito” de viajantes nos aeroportos europeus, após o levantamento das restrições contra a pandemia de covid-19 representa um importante “desafio”, reconheceu o Conselho Internacional dos Aeroportos (ACI) na Europa.
“O desafio imediato é a gestão do aumento – repentino – no tráfego, porque o efeito da pandemia (covid-19) teve como efeito a redução dos recursos nos aeroporto e na assistência em terra”, disse o diretor geral do ACI/Europa, Olivier Jankovec, através de comunicado.
“Agora, tratamos de voltar a fazer contratos e num contexto muito afetado em toda a Europa, no que diz respeito ao mercado de trabalho”, acrescentou Jankovec, sublinhando que “é impossível fazer ajustes da ‘noite para o dia’ dado o processo de acreditação de segurança e o tempo necessário para a realização de ações de formação“. Lamentando “os longos períodos de espera em muitos aeroportos devido à insuficiência de recursos para organizar a procura cada vez maior”, o diretor-geral da IATA, Willie Walsh, pediu ações concretas.
A empresa de aviação KLM foi forçada a cancelar dezenas de voos no último fim de semana registando uma lotação muito elevada no aeroporto de Amesterdão.
Os sindicatos que representam os trabalhadores e funcionários subcontratados do Grupo ADP, que gere aos aeroportos de Paris, alertou também sobre os riscos de “congestionamento”, sobretudo nas áreas de controlo de segurança.
A IATA, a nível global e a ACI/Europa registaram no passado mês de março o nível mais alto de atividade desde que a pandemia começou afetar o setor da aviação em março de 2020.
Em março, apesar da guerra na Ucrânia, os aeroportos do continente europeu receberam 65,9% dos passageiros face ao mesmo mês em 2019.

Artigos relacionados

Mais em Europa, Ground Handling (14º de 1188 artigos)

A empresa National Aviation Services (NAS), selecionada como “licitante preferencial” para a aquisição da Groundforce, diz que espera um “alinhamento de interesses” com os credores e trabalhadores, ...