pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Ground Handling, Europa

Aeroportos nacionais – a ANAC publica dados de tráfego relativos ao mês de outubro de 2022

A ANAC publica, relativa ao mês de outubro de 2022, os principais indicadores de tráfego comercial regular e não regular (doméstico e internacional). Os indicadores de tráfego referem-se aos movimentos de tráfego comercial regular, não regular e outros movimentos comerciais, registados nos seguintes aeroportos: Lisboa (LIS), Porto (OPO), Faro (FAO), Funchal (FNC), Ponta Delgada (PDL), Terceira (TER), Horta (HOR), Bragança (BGC), Porto Santo (PXO), Cascais (CAT), Portimão (PRM), Pico (PIX), Flores (FLW), Santa Maria (SMA), Viseu (VSE), Graciosa (GRW), São Jorge (SJZ), Corvo (CVU), Beja (BYJ) e Vila Real (VRL).
São comparados os indicadores para três períodos: o mês de referência, o mês anterior e o mês de referência de 2019, que corresponde a um valor não afetado pelo fenómeno pandémico.
Passageiros (por aeroporto): Total dos passageiros processados pela infraestrutura aeroportuária no período (inclui aterragens e descolagens) em voos domésticos e internacionais
Passageiros (total mensal ou anual acumulado): Total dos passageiros processados pelas infraestruturas acima listadas. Para o cálculo deste indicador, nos voos domésticos são apenas contados os passageiros embarcados para evitar que sejam novamente contados na aterragem.
Carga (por aeroporto): Carga processada, em quilogramas, pela infraestrutura aeroportuária (inclui aterragens e descolagens) em voos domésticos e internacionais.
Carga (total mensal): Carga processada, em quilogramas, pelas infraestruturas acima listadas. Para o cálculo deste indicador, nos voos domésticos é apenas contabilizada a carga embarcada para evitar que seja novamente contabilizada na aterragem.
Correio (por aeroporto): Correio processado, em quilogramas, pela infraestrutura aeroportuária (inclui aterragens e descolagens) em voos domésticos e internacionais.
Correio (total mensal): Correio processado, em quilogramas, pelas infraestruturas acima listadas. Para o cálculo deste indicador, nos voos domésticos é apenas contabilizado o correio embarcado para evitar que seja novamente contabilizado na aterragem.
Movimentos (por aeroporto e totais): Aterragens e descolagens nos movimentos Origem-Destino, i.e., as escalas não são contabilizadas.
Lugares oferecidos no tráfego comercial regular, não regular e outros movimentos comerciais (totais ou por região): Soma dos lugares disponíveis nas seguintes naturezas de movimentos (Quadro 3.2 do Formulário de Tráfego): “Passageiros Regular”, “Passageiros Desdobramento”, “Passageiros Charter”, “Passageiros Charter Especial”, “Táxi Aéreo” e “Outros movimentos”. Nestas naturezas, são considerados os seguintes tipos de operação (Quadro 3.4 do Formulário de Tráfego): “Comercial”, “Escala Técnica”, “Alternância” e “Retorno”.
Taxas de ocupação (load factors): Total dos passageiros transportados, nas naturezas e tipos de operação acima indicados, a dividir pelo total dos respetivos lugares oferecidos
Indicadores de tráfego outubro de 2022

Artigos relacionados

Mais em Europa, Ground Handling (10º de 1240 artigos)

Entre janeiro e dezembro de 2022 os aeroportos açorianos registaram um movimento de passageiros (desembarcados – embarcados) de 3.712,775 e de 28.248 movimentos aéreos (aterragens – descolagens). ...