pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Ground Handling, África

Africa do Sul – Emirates e Airlink em codeshare

A Emirates e a Airlink anunciaram a expansão da sua parceria através de um acordo de codeshare, permitindo aos passageiros que viajam de e para a África do Sul, acesso conveniente a mais de 40 destinos domésticos e regionais para 12 países africanos.
A extensão do codeshare oferece aos passageiros da Emirates ligações únicas que nenhuma outra companhia aérea em África assegura, e aumenta assim parceria de longa data que a Emirates já havia estabelecido com a South African Airways.
A mudança ocorre numa altura em que a Emirates retoma os seus voos para a África do Sul e aumenta as suas operações para oferecer aos passageiros ligações mais convenientes através das cidades que funcionam como principal porta de entrada para África do Sul: Joanesburgo, Cidade do Cabo e Durban. A parceria fornecida pelo novo codeshare entre a Emirates e a Airlink oferecerá tarifas competitivas, emissão combinada de bilhetes e transferências de bagagem sem interrupções nas conexões entre as duas companhias aéreas. Os passageiros que viajam para a África do Sul agora podem fazer conectar-se através de Joanesburgo, Cidade do Cabo e Durban para alguns destinos domésticos como Bloemfontein, George, Upington, Nelspruit, Hoedspruit, Kimberley, Skukuza, Pietermaritzburg, Richards Bay, Sishen, Mthatha e Port Elizabeth, bem como outros pontos em toda a África Austral como Gaborone, Kasane, Vilanculos, Lubumbashi, Dar es Salaam, Entebbe, Maseru, Antananarivo, Pemba, Tete, Maun, Victoria Falls, Walvis Bay, Maputo, Windhoek, Harare, Lusaka, Ndola, Bulawayo e Livingstone, entre muitas outras cidades.

Adnan Kazim, Diretor Comercial da Emirates, afirmou: “A expansão da parceria Emirates – Airlink marca um passo importante na relação entre as duas companhias aéreas. O nosso novo acordo de codeshare melhora a nossa oferta de serviços e flexibilidade para passageiros que viajam para destinos além das principais cidades sul africanas como Joanesburgo, Cidade do Cabo e Durban, e oferece opções incomparáveis ​​para destinos de lazer. Estamos empenhados no crescimento das nossas operações na África do Sul e, a partir das novas oportunidades de ligação fornecidas coletivamente com a Airlink, esperamos ajudar a impulsionar a recuperação da indústria local de viagens e turismo. ” Kazim acrescentou ainda: “A nossa parceria de codeshare com a Airlink complementa a valiosa relação que a Emirates tem com a South African Airways, que esperamos retomar assim que a companhia aérea voltar a operar.”

Rodger Foster, CEO e Diretor Administrativo da Airlink, declarou: “Este empolgante desenvolvimento é um endosso importantíssimo para a Airlink. Estamos muito satisfeitos, honrados e privilegiados com o facto de a Emirates ter escolhido a Airlink como a sua parceira no Sul de África. A Emirates responde bem aos nossos mercados e, juntos, somos capazes de fornecer acesso aéreo indispensável a toda a rede abrangente de destinos da Airlink na África do Sul e fornecer pontes aéreas necessárias – aproximando a África de vários destinos em todo o mundo e vice-versa. Os setores do turismo e transporte aéreo foram os mais atingidos pela pandemia e pelas restrições de circulação associadas e é por isso que, agora que aumenta a vacinação mundial, esperamos que a procura por viagens seja reposta e mais passageiros desejem visitar os destinos especiais que a Airlink oferece.”

Os passageiros podem reservar as suas viagens com ambas as companhias aéreas em emirates.com, através de agências de viagens online, bem como com agentes de viagens locais. A Emirates aumentou as suas operações na África do Sul. A companhia aérea continua a reconstruir com segurança a sua rede global e a restaurar a procura do mercado, levando passageiros de e via Dubai para mais de 120 destinos globais. A companhia aérea continua também a expandir a sua presença em África através da construção de parcerias sólidas com companhias aéreas como a Airlink, e impulsionando mais opções de ligação que agregam valor através de uma melhor experiência para os seus passageiros.

Artigos relacionados

Mais em África, Ground Handling (4º de 802 artigos)

A Emirates anunciou a expansão da sua operação em voos de e para a África do Sul com 28 frequências semanais até outubro, o maior aumento de voos para a África do Sul desde o início da pandemia ...