pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Ground Handling, Europa

Assistência em Escala – 23 companhias aéreas deixaram de voar para o Aeroporto de Lisboa

«O Aeroporto Humberto Delgado lidera a lista das quebras em Portugal no terceiro trimestre deste ano. Segundo a Autoridade Nacional da Aviação Civil, “manteve-se a descoordenação nas respostas dos vários países à forma de processamento dos passageiros dos voos internacionais”
No terceiro trimestre deste ano, 23 as companhias aéreas que habitualmente utilizavam o Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, não realizaram qualquer partida ou chegada na infraestrutura. A nível nacional, os meses de julho, agosto e setembro registaram quebras homólogas de 72% em relação ao número de passageiros transportados e é o aeroporto de Lisboa que lidera a lista das quebras, com uma quebra de 76% no número de passageiros transportados.
Segundo os dados divulgados pela Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) as companhias United Air Lines, Aer Lingus e Delta Airlines realizaram no aeroporto de Lisboa mais de 300 movimentos no terceiro trimestre do ano passado. Já em 2020 não foi registado qualquer movimento.
Com o terceiro trimestre deste ano coincidiu o alívio das medidas restritivas relativamente à covid-19, “concretamente o fim da interditação do tráfego aéreo com destino e a partir de Portugal de todos os voos de e para países que não integram a União Europeia ou que não sejam países associados ao Espaço Schengen, para a sua autorização em função da natureza de viagem essencial”, refere a ANAC no boletim estatístico.
No entanto, “apesar das orientações emanadas pelas entidades reguladoras supranacionais, manteve-se a descoordenação nas respostas dos vários países à forma de processamento dos passageiros dos voos internacionais, um facto que é apontado como um indutor de desconfiança nos passageiros e que compromete a recuperação setorial”.
Olhando para a tabela do número de passageiros transportados, o aeroporto de Faro situa-se logo a seguir a Lisboa, registando quebras de 70,15% relativamente ao período homólogo de 2019.»

Artigos relacionados

Mais em Europa, Ground Handling (147º de 1417 artigos)

No primeiro trimestre de 2023, passaram pelos cinco aeroportos nacionais um recorde de cerca de 13 milhões de passageiros, ultrapassando em 15% o número registado no mesmo período em 2019 e 55% face ao ...