pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Ground Handling, América do Sul

Brasil – ABESATA, ground handling, com novo associado em segurança aeroportuária a BRAVSEC

A ABESATA (Associação Brasileira das Empresas de Serviços Auxiliares de Transporte Aéreo) foi criada há quase cinco anos para que o segmento de assistência em escala/ground handling ganhasse representatividade na indústria do transporte aéreo comercial. A BRAVSEC é a mais recente associada

da ABESATA (Associação Brasileira das Empresas de Serviços Auxiliares de Transporte Aéreo).
Empresa, criada em 2013, passa a fazer parte do quadro de associados que juntos representam hoje cerca de 80% do segmento de ground handling no país e atua em consonância com o que tem sido feito em todo o mundo na área de serviços auxiliares.
A nova associada, apesar de jovem, já está presente em diversos Estados brasileiros, atuando em aeroportos de pequeno, médio e grande porte. Recentemente, foi contratada pelo Aeroporto Internacional de Guarulhos para atuar na parte de inspeção de segurança da área internacional com um quadro de profissionais com décadas de experiências no Sistema de Aviação Civil, o que contribuiu para alavancar o rápido e sólido crescimento da Empresa.
“Na ABESATA, queremos contribuir para dar mais musculatura ao setor. Vemos que os interesses das ESATA, de uma forma geral, são bem similares, e a troca de ideias e de experiências é muito enriquecedora para todos os associados”, disse Telmo Roza Fontes, Diretor de Operações da BRAVSEC.
Com matriz no Rio de Janeiro, a BRAVSEC tem o Centro de Instrução (CI) na Cidade de Guarulhos em São Paulo, onde oferece cursos especializados para a Aviação Civil, em especial relacionados com a área de Segurança da Aviação Civil (AVSEC ou security). O Centro de Instrução da empresa está autorizado pela ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) a oferecer cursos para serviços de proteção, serviços comerciais, e serviços operacionais, tais como: orientação, organização, preparação e movimento de passageiros, bagagens e aeronaves, entre outras modalidades de serviços, estabelecidas na regulamentação da ANAC.
No Brasil, existem hoje 122 ESATA (empresas especializadas em serviços auxiliares do transporte aéreo) que empregam 31.800 pessoas. Em todo mundo, 50% dos serviços auxiliares do transporte aéreo são realizados por empresas especializadas. No Brasil, ainda estamos nos 30%.

adaptação do texto publicado na página de internet “Intelog
(2 Abril 2018)

Artigos relacionados

Mais em América do Sul, Ground Handling (153º de 500 artigos)

A empresa Proair, associada da Abesata (Associação Brasileira das Empresas de Serviços Auxiliares de Transporte Aéreo), conquistou a certificação ISAGO (IATA Safety Audit for Ground Operations) ...