pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Ground Handling, África

Cabo Verde pretende uma plataforma aérea internacional na ilha do Sal

«Cabo Verde vai conseguir desenvolver a sua plataforma aérea internacional em poucos anos, assumindo-se como um ponto de ligação entre quatro continentes,

disse segunda-feira na Praia o novo presidente executivo da Cabo Verde Airlines.
Jens Bjarnasson, que é também vice-presidente da Loftleidir Icelandic, disse à saída de uma audiência concedida pelo Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, que a aquisição de uma participação de 51% na companhia aérea de bandeira pelo grupo islandês é “um negócio em que todos ganham.”
“Penso que Cabo Verde tem a oportunidade de construir a sua plataforma aérea internacional, ligando quatro continentes – África, Europa, Ásia e América do Norte”, sustentou, adiantando que já este ano chegarão ao país quatro aviões.
A perspectiva, disse citado pela agência noticiosa Inforpress, é que em 2023 a companhia possa dispor de uma frota com 12 aviões para executar o projecto.
O presidente executivo da Cabo Verde Airlines adiantou que o mercado doméstico é “muito importante”, sendo um segmento de negócio a que a companhia vai dar atenção.
A Loftleidir Cabo Verde assinou a 1 de Março o contrato de compra e venda de 51% das acções da Transportadora Aérea Cabo-verdiana (TACV) contra o pagamento de 1,3 milhões de euros e uma capitalização de seis milhões de dólares.»

artigo publicado na página de internet “Macauhub
(5 Março 2019)

Artigos relacionados

Mais em África, Ground Handling (16º de 583 artigos)

«A transportadora aérea angolana TAAG retoma os voos entre Angola e Cabo Verde, com o primeiro voo ...