pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Ground Handling, Europa

Carga aérea – A IATA lança plataforma EPIC para companhias aéreas e transitários

A plataforma Enhanced Partner Identification and Connectivity(EPIC) foi criada para simplificar o processo de ligação entre empresas em toda a cadeia de abastecimento de carga aérea.

A IATA explicou que, atualmente, mais de 40.000 despachantes e transitários trocam mensagens com mais de 450 companhias aéreas e 23 provedores de serviços de mensagens. Na ausência de uma ferramenta que permite às empresas trocarem as informações necessárias para fixar ligações comerciais, o processo de digitalização «é essencialmente manual, lento e excessivamente complexo».
«A EPIC é uma ideia simples», declarou Nick Careen, vice-presidente sénior da IATA – a plataforma, explicou, faz com que as informações necessárias para fazer negócios numa cadeia de abastecimento de carga aérea digitalizada seja «facilmente acessíveis». «E, ao fazer isso, acelerará os ganhos de eficiência para a carga aérea. O momento desta iniciativa é importante. A Covid-19 levou a um crescimento exponencial do comércio eletrónico e os carregadores estão a exigir serviços de qualidade que apenas uma cadeia de abastecimento altamente digitalizada pode fornecer».
A IATA, associação internacional que representa as companhias aéreas, detalhou ainda que o sistema digital também suporta processos de desalfandegamento digital, com as empresas a manterem o controlo total sobre os dados disponibilizados; o sistema está aberto para uso por companhias aéreas e transitários. Esta plataforma já atraiu a participação de 32 companhias aéreas, 900 empresas de transitários e despachantes, 10 autoridades governamentais/alfandegárias, 5 organizações internacionais», revelou a IATA.

Artigos relacionados

Mais em Europa, Ground Handling (76º de 1064 artigos)

«Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA) divulgou esta segunda-feira (16/11) orientações para a indústria de carga aérea se preparar para a “distribuição em grande escala” ...