pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Ground Handling, Europa

Países Baixos – Boeing 747-400 cargueiro incendeia motor após a descolagem

Boeing 747-400F da Longtail Aviation, sede nas Bermudas, equipado com motores Pratt & Whitney 4000-112, com destino a Nova Iorque, quando poucos segundos depois de descolar do aeroporto de Maastricht-Aix-La-Chapelle (MST), um dos motores começou a arder,

obrigando a uma operação de defueling para uma aterragem de emergência e em segurança no aeroporto de Liège (LGG).
O regulador europeu da aviação EASA disse que estava a acompanhar os incidentes com motores a jato da Pratt & Whitney.
A Longtail Aviation dedicada ao transporte de carga aérea adquiriu em 2020 o Boeing 747-400F para competir num mercado de transporte suprimentos médicos da China para países da América do Norte, América do Sul e Europa, já que muitos aviões de passageiros, que transportam carga nos porões, ficaram paralisados por causa da pandemia Covid-19.
A pandemia COVID-19 causou uma abrupta escassez global de capacidade de frete aéreo que persistirá por muitos anos, e isso simultaneamente aumentou o desafio e a urgência de fornecer soluções de transporte em todo o mundo. A cadeia de abastecimento global está sob pressão, pois as companhias aéreas tradicionais que transportam carga e passageiros operam em horários bastante reduzidos, se é que operam, enquanto as companhias de transporte de carga aérea utilizam a sua máxima capacidade.

Boeing B747 400F Bermuda

Fonte – PlaneSpotters

 

Artigos relacionados

Mais em Europa, Ground Handling (47º de 1064 artigos)

«A Dachser acaba de investir na sua rede de transporte aéreo, para fazer face à instabilidade do mercado causada pela pandemia, ainda sem fim à vista, e para antecipar eventuais quebras no transporte ...