pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Ground Handling, América do Norte

Transporte aéreo – Pittsburgh “capital mundial da robótica” no primeiro Aviation & Robotics Summit

O primeiro Aviation & Robotics Summit aconteceu em Pittsburgh “capital mundial da robótica” de 18 a 20 de abril, reunindo aeroportos, companhias aéreas e especialistas em robótica para explorar como a tecnologia e a automação da robótica podem ajudar a resolver alguns dos maiores desafios do setor de transporte aéreo. Ao chegar em Pittsburgh, os participantes do setor de aviação – incluindo representantes de mais de 25 aeroportos e companhias aéreas de toda a América do Norte e de lugares distantes como Islândia e Singapura – tiveram a oportunidade de visitar uma variedade de empresas que desenvolvem e testam novas tecnologias, processos e sistemas para impactar positivamente receitas, operações, segurança, experiência do cliente e sustentabilidade.
John Thornton, CEO da Astrobotic, a empresa aeroespacial e robótica com sede em Pittsburgh que lançará uma missão lunar neste verão – o primeiro empreendimento nos EUA desde as missões Apollo. “Se Pittsburgh pode pousar na lua, Pittsburgh pode fazer qualquer coisa”, disse Thornton aos participantes.
As áreas problemáticas identificadas por cada um dos grupos foram reduzidas após uma votação de todos os participantes, e o segmento final dos workshops viu os grupos trabalharem juntos para resolver declarações de problemas com foco em tópicos que vão desde a melhoria do manuseio de bagagem até a otimização do processo de recuperação de aeronaves usando robótica e automação. O resultado final foi uma seleção de possíveis soluções co-desenvolvidas por algumas das mentes mais brilhantes do mundo da aviação e da robótica, todas apresentadas a um painel de jurados convidados no final do Summit.

Airports, airlines and roboticists converge in Pittsburgh at the first-ever Aviation & Robotics Summit

 

 

Artigos relacionados

Mais em América do Norte, Ground Handling (117º de 1004 artigos)

De acordo com a recente previsão da IATA, a receita total, das companhias aéreas poderá atingir os 93% em 2023, impulsionada pela recuperação do tráfego de passageiros atingindo níveis próximos de 2019. ...