pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Manutenção Aeronáutica, Europa

Aeroporto de Beja – Mesa/Hi Fly iniciam trabalhos de manutenção no novo hangar

O hangar com uma área 9.500 metros quadrados recebeu o primeiro avião, o Airbus A321 CS-TRJ da companhia aérea Hi Fly, para o primeiro trabalho de manutenção – uma modificação de cabine.

O  hangar tem espaço para realizar trabalhos de manutenção até três aeronaves em simultâneo e, se necessário, a equipa terá capacidade para operar 24 horas por dia, sete dias por semana, será uma instalação de referência em Portugal, com capacidade para acolher aviões de grande porte, nomeadamente os modelos Airbus A319, A320, A321, A330, A340 e A350.
O hangar vai servir para fazer manutenção da frota de aviões Airbus da companhia Hi Fly, que desde 2016, usa o aeroporto de Beja para estacionamento e manutenção de linha dos seus aviões. A nova infraestrutura, que é composta por oficinas, armazém, escritórios e instalações de formação e de apoio, também vai servir para fazer manutenção de aviões de vários modelos Airbus de outras companhias aéreas que têm contratos com a Mesa.
Segundo o grupo, durante os próximos três anos, a Mesa prevê criar 150 postos de trabalho para técnicos “treinados para a realização de uma abrangente gama de trabalhos de manutenção relacionados com a manutenção de linha/base”, “A Checks”, “C Checks”, atualizações e modificações do interior de cabine, substituição do motor e do trem de aterragem, testes hidráulicos, correção de defeitos e solução de problemas e modificações programadas são alguns dos trabalhos de manutenção de aviões que podem ser feitos no hangar.
No entanto, a Mesa prevê criar 150 postos de trabalho “durante os próximos três anos”, mas este objetivo “dependerá de uma variedade de fatores” e “irá acompanhar o crescimento da atividade” no hangar e “o número de pessoas que forem sendo formadas”, frisou. A Mesa pretende alargar em 3.000 metros quadrados as oficinas de apoio e armazenamento à volta do hangar, adiantou Paulo Mirpuri, referindo tratar-se de um investimento “previsto para 2022”.
Paulo Mirpuri explicou que a Mesa decidiu construir o hangar em Beja porque, atualmente, é “o único” aeroporto português que “pode acomodar todos os tipos de aeronaves” que constituem a frota da Hi Fly e “tem espaço disponível” para estacionamento de aeronaves e instalação de hangares.

Artigos relacionados

Mais em Europa, Manutenção Aeronáutica (39º de 707 artigos)

O hangar de manutenção de aviões no aeroporto de Beja da empresa Mesa iniciará o seu funcionamento em outubro, começando a operar por fases ...