pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Manutenção Aeronáutica, Cockpit, África

São Tomé e Príncipe – Pássaro obriga Airbus A310 a regressar a calços

O Airbus 310, que fazia a ligação semanal a Lisboa, foi obrigado a regressar ao aeroporto internacional de São Tomé e Príncipe depois de um pássaro, ainda não identificado, ter entrado num dos motores, de acordo com uma fonte da aviação civil citada pela STP-Press.
A agência são-tomense acrescenta que uma equipa técnica da TAP deverá deslocar-se à ilha e que o avião deve deixar São Tomé nas próximas 24 horas. Contactada pela TSF, a TAP garante a equipa técnica já vai a caminho e que alguns passageiros poderão embarcar já esta madrugada.
Segundo o porta-voz da TAP, António Monteiro, o incidente «foi completamente alheio» à companhia.
«A previsão que a White nos dá é que sairá amanhã [sábado] às 15:00», disse à Lusa, explicando que foi necessário enviar pessoal e material técnico para proceder à reparação do avião.
O pessoal no local enviou para Lisboa fotografias dos danos causados no avião pelo embate com o pássaro, o que permitiu estimar o tempo de reparação, mas António Monteiro admite que «este tipo de incidentes às vezes são complicados».
A TAP realiza um voo semanal entre Lisboa e São Tomé e Príncipe. Os aviões de longo curso da TAP não podem voar para o aeroporto internacional de São Tomé e Príncipe porque a pista não comporta o peso das aeronaves, razão pela qual a transportadora freta o avião Airbus 310 à companhia White.

João Paulo Meneses, adaptação do texto publicado na página de internet “Tsf”
(27 Dezembro 2013)

Artigos relacionados

Mais em África, Cockpit, Manutenção Aeronáutica (5º de 209 artigos)

A saída da Euro Atlantic Airways (EAA) da STP Airways tem de ter a concordância do maior accionista, a própria euroAtlantic, além de implicar a alteração dos estatutos da empresa, ...