pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Notícias

ANA – Aeroportos de Portugal corrida à privatização

ANA Aeroportos

«A privatização da ANA está despertar interesse de fundos de investimento e de pensões e de gestoras aeroportuárias a nível internacional. No total já 12 empresas e fundos mostraram o interesse na privatização da ANA, coordenada por António Borges.
O Abu Dhabi Investment Authority (Adia), o maior fundo soberano do mundo, com 430 mil milhões de euros de activos sob gestão, está a desenvolver contactos para concorrer à privatização da ANA – Aeroportos de Portugal, apurou o Diário Económico junto de diversas fontes ligadas ao processo. A venda da empresa está ainda a ser disputada por grupos espanhóis, franceses, alemães, italianos, norte-americanos, australianos, entre outros, além do consórcio da Brisa com a CRR anunciado segunda-feira.
Criado em 1976, o fundo de Abu Dhabi tem força financeira mais que suficiente para liderar um consórcio à privatização da ANA mas está a desenvolver contactos no sentido de integrar um agrupamento que inclua parceiros nacionais.
Além do Adia, a corrida à privatização da ANA está a despertar interesse de grandes fundos globais de investimento em infraestruturas, assim como de fundos de pensões de grande escala com sede na Austrália, Canadá, Reino Unido e Estados Unidos. O Diário Económico sabe que entre os diversos fundos que já manifestaram interesse na gestora aeroportuária nacional encontram-se os fundos de investimento em infraestruturas do J. P. Morgan, a Brookfield, o Canada Pensions Plan (CPP) – o maior fundo de pensões do Canadá – o Global Infrastructure Partners (controlado pelo Crédit Suisse e pela General Electric), o Alinda Capital Partners e o Industry Funds Management (IFM).
O interesse pela privatização da ANA também está a sentir-se entre as maiores gestoras aeroportuárias da Europa. O Diário Económico apurou que foi recentemente comunicado ao Governo português por responsáveis do Executivo espanhol o interesse da Aena, empresa equivalente à ANA em Espanha e que é o maior operador aeroportuário mundial, em concorrer ao processo de privatização da ANA.
O Diário Económico sabe que também já houve manifestação de interesse na empresa nacional por parte das gestoras aeroportuárias de Frankfurt (Fraport) e de Paris (ADP). Outros interessados

Parte: 1 2 3

Artigos relacionados

Mais em Notícias (779º de 779 artigos)

«O Grupo Urbanos, que comprou 50,1% da empresa Groundforce, recorreu ao Processo Especial de Revitalização. Dívidas somam 44,2 milhões. Novo Banco e Parvalorem são os maiores credores. ...