pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Notícias

ANA confirma que sairá da gestão do Aeroporto de Macau

ANA Aeroportos

«O presidente da ANA – Aeroportos de Portugal disse hoje à agência Lusa que a Companhia do Aeroporto (CAM) de Macau quer “iniciar um processo de negociação comercial, mas não tendo em vista a renegociação do contrato de gestão”.
Guilhermino Rodrigues, contactado telefonicamente a partir de Macau, disse confirmar que “a CAM não tem em vista a renegociação do contrato de gestão”.
Antes, uma fonte ligada ao processo, tinha dito à agência Lusa que a CAM informara a ADA- Administração de Aeroportos, participada da ANA, que não vai renovar o contrato de concessão da gestão do aeroporto de Macau que termina em setembro deste ano.
“Estranhamos esta informação dada pela CAM, na medida em que das reuniões que tivemos em março, em Macau, tanto com a CAM como com o Secretário das Obras Públicas, o nosso entendimento era que seria aberto um processo de renegociação do contrato”, afirmou o presidente da ANA.
O mesmo responsável acrescentou que “todas as partes a todos os níveis reconhecem que o modelo de gestão do aeroporto com base na ADA correspondia também, sob o ponto de vista político, à manutenção de uma cooperação entre os Governos de Macau, Portugal e China”, pretendido por Pequim.
“Por isso é que estranhamos”, disse Guilhermino Rodrigues ao salientar que a ANA já tinha afirmado que ”só se manteria ligada à gestão do aeroporto se entendesse que na renegociação estavam asseguradas todas as condições para que ela pudesse ser a responsável operacional e assumir responsabilidades do ponto de vista de segurança do aeroporto”.
A ADA, uma joint-venture entre a ANA-Aeroportos de Portugal e a China National Aviation Corporation (CNAC) tem a gestão do aeroporto de Macau desde a sua abertura em dezembro de 1995.»

artigo publicado na página de internet “Dinheiro Digital”
(29 Março 2011)

 

Artigos relacionados

Mais em Notícias (779º de 779 artigos)

«O Aeroporto Internacional de Macau encerrou 2016 com mais de 6,6 milhões de passageiros, um aumento de 14% comparativamente a 2015, e um recorde em 21 anos de operação. ...