pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Notícias

Angola – Aeroporto de Ndalatando investimento sem retorno

nw-ENANA

«O encarregado da Empresa Nacional de Navegação Aérea (ENANA) no aeroporto “Comandante Nguetu” , Francisco Domingos António, considerou hoje, em Ndalatando, bastante reduzida a actual frequência de voos registada naquela unidade aeroportuária, cinco meses depois da sua inauguração.
Em declarações à Angop, Francisco António esclareceu que o aeroporto regista em média a frequência de um voo por semana, número considerado reduzido se comparado com as excelentes condições de aterragem que o empreendimento oferece.
Disse não encontrar alguma razão plausível que justifique tal situação, mas admite que a proximidade de Ndalatando com Luanda e o facto de a província ser servida pela linha dos caminhos-de-ferro de Luanda a Malanje e por diversas carreiras de autocarros e táxis, fruto das óptimas condições das estradas, podem estar na base do fraco interesse das companhias aéreas em voar para a região por falta de passageiros.
“Das poucas aeronaves que aterram neste aeroporto local, regra geral, são fretadas por instituições bancárias para transportar suas cargas e respectivos acompanhantes”, afirmou, acrescentando que desde a sua reinauguração o recinto aeroportuário ainda não recebeu nenhum voo com passageiros, sendo por isso, difícil determinar o número de pessoas embarcados ou desembarcados no referido empreendimento.
Para si, a irregularidade de voos no referido aeroporto está a preocupar a direcção da ENANA, retardando o retorno dos investimentos feitos na sua reabilitação e modernização.
“Este retorno só é possível mediante a frequência de voos com o pagamento de taxas aeroportuárias”, referiu o responsável, sublinhado que quanto mais aeronaves aterrarem no aeroporto mais cedo se poderia recuperar os investimentos realizados.
Francisco Domingos António acredita num aumento de frequências de voos no futuro, com o relançamento da exploração mineira na província, facto que vai atrair um número considerável de empresários à região.

Sobre o Aeroporto de Ndalatando
O aeroporto está preparado para receber aeronaves desde do tipo Fokker 50 aos Embrair 120, 135, 145 e tanto outros de médio porte a hélice.
A infra-estrutura aeroportuária foi reinaugurada em Dezembro de 2011 após ter beneficiado de obras de requalificação, orçadas em 57 milhões de dólares americanas e compreende um hangar com capacidade para quatro aviões, unidades do corpo de bombeiros, stocks de combustíveis, estacionamento de viaturas, placa de apoio à descolagem e aterragens de aeronaves.
O seu terminal (aerogare) pode receber 100 passageiros e está equipado com tecnologia de ponta. Possui salas de embarque e desembarque, esteiras rolantes, sala vip, restaurante, totalmente climatizada, lavabos, sistema de som e placares informativos.
Com uma pista de dois mil e 300 metros de comprimento e 30 de largura e faixas laterais da pista com 75 metros em cada lado, o recinto aeroportuário conta ainda com serviços de meteorologia, alfândegas e unidade da Polícia Nacional que concorrem para a sua segurança e o normal funcionamento.
O empreendimento aeroportuário localiza-se na localidade de Carianga, no município de Cazengo, a sete quilómetros de Ndalatando, capital da província do Kwanza Norte, a pouco menos de mil metros da estrada nacional 220, que liga Luanda às províncias do leste do país, nomeadamente, Malanje, Lundas Norte e Sul e Moxico.»

artigo publicado na página de internet “Angola Press
(3 Maio 2012)

Mais em Notícias (779º de 779 artigos)

«As obras de construção do Novo Aeroporto Internacional de Luanda vão ser retomadas ainda este ano, com previsão de conclusão em 2023, ...