pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Notícias

Aterragem de emergência do Boeing 787 da All Nippon Airways (ANA)

«De acordo com as notícias avançadas até ao momento, todos os 129 passageiros do Boeing 787 que aterrou nesta quarta-feira de emergência na zona Oeste do Japão encontram-se em segurança. A única vítima com ferimentos neste novo acidente com o avião que deveria ser o “menino de ouro” da Boeing é, precisamente, a empresa norte-americana.
As duas principais companhias aéreas japonesas cancelaram, nesta quarta-feira, todos os voos com aviões Boeing 787 por razões de segurança. A All Nippon Airways (ANA) e a Japan Airlines organizaram duas conferências de imprensa independentes, onde afirmaram que nenhuma aeronave levantaria voo num futuro próximo, sem, contudo, definir por quanto tempo é que os aviões continuariam no solo.
Um terceiro comunicado partiu nesta quarta-feira por parte do ministério japonês da Aviação, que afirmou que os problemas que levaram a esta última aterragem de emergência eram “graves” e que lançará uma investigação à segurança dos aparelhos.
Uma hora depois de ter levantado voo em Tóquio, passageiros e piloto do voo número 692 da ANA (sem relação com a empresa portuguesa) começaram a sentir um cheiro a queimado, segundo as declarações avançadas pela Bloomberg e Telegraph. Terá sido nesse momento em que os pilotos viram acenderem-se as luzes de alerta da bateria do Boeing 787 e ordenaram a aterragem de emergência no aeroporto de Takamatsu, situado nos arredores de Tukushima.
Este é terceiro incidente a envolver aviões Boeing 787 em pouco mais de uma semana. No dia 7, a bateria de um Boeing 787 da Japanese Airlines incendiou-se enquanto o avião estava em terra do aeroporto de Boston, nos EUA. No dia seguinte, outro avião do mesmo modelo da mesma companhia sofreu uma fuga de combustível que o impediu de levantar voo de Tóquio.
No seguimento destes dois incidentes, os reguladores norte-americanos anunciaram uma investigação de segurança ao modelo da empresa dos EUA. O novo incidente desta quarta-feira será incluído nesta investigação, anunciou a Administração Federal de Aviação norte-americana.
Além destes três incidentes, um quarto problema com um Boeing 787 terá acontecido em Boston ao longo destas duas últimas semanas, afirma o Financial Times. O jornal britânico afirma que há notícias de um vidro rachado no cockpit e de problemas no sistema de travagem de uma destas aeronaves.

Parte: 1 2

Artigos relacionados

Mais em Notícias (779º de 779 artigos)

A Flyadeal, uma “lowcost” saudita, anunciou o cancelamento de uma intenção de compra de 30 aviões do modelo B737 Max  à construtora aeronáutica norte-americana. A quebra do negócio foi justificada ...