pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Notícias

Brasil – Expo Airport 2011

nw-Expo_Airport

«Expo Airport 2011 – Descrição do evento
O Expo Airport é um evento internacional focado em infraestrutura para aeroportos e empresas aéreas e será realizado no TranspoQuip América Latina 2011. Juntos, esses dois eventos formam a maior plataforma da América Latina para aeroportos e dedicam a merecida atenção à indústria de aeroportos do Brasil.
Com a corrida para atualizar as suas instalações e adequar-se para a Copa do Mundo de 2014 e Jogos Olímpicos de 2016, o Brasil está comprometido em oferecer oportunidades para que consultores internacionais desenvolvam planos diretores e projetos para que os fornecedores equipem esses projetos. Serão investidos cerca de R$ 30 bilhões nos eventos das cidades – sedes nos próximos cinco anos. Os empreendimentos já anunciados incluem a construção de novos aeroportos, modernização de terminais e novas rodovias. Neste ano foi criada a Secretaria de Aviação Civil, sendo ANAC e INFRAERO vinculadas a essa Secretaria.
O Expo Airport engloba uma ampla gama de questões relativas a aeroportos, visando representar essa indústria tão diversificada em sua totalidade. Este evento trata do grande leque de operações de terminais, equipamentos de apoio em terra e tratamento, arquitetura e construção do campo de aviação, design e mobiliário interno.
O Expo Airport será realizado em espaço reservado no evento TranspoQuip América Latina.

Em 22 de novembro, das 16h30 às 18h30, será realizado o seminário Novas Tendências e Tecnologias em Aeroportos para as Companhias Aéreas durante a Expo Airport, em São Paulo. O ciclo de cinco palestras conta com a participação dos representantes das principais instituições da aviação brasileira. De 22 a 24 de novembro, as maiores empresas do mundo no segmento de infraestrutura aeroportuária estarão reunidas para participar do Expo Airport 2011.
Os palestrantes do seminário serão o Apostole Lázaro Chryssafidis, presidente da ABETAR (Associação Brasileira das Empresas de Transporte Aéreo Regional), que apresentará um importante estudo sobre “Adequação da Infraestrutura Aeroportuária nas Regiões de Interesse Turístico”. Representando o DECEA (Departamento de Controle do Espaço Aéreo) – Subdepartamento de Operações – SDOP – PLN, Ricardo Elias Cosendey apresenta uma p alestra sobre “Implementação da Navegação Baseada em Performance (PBN) no Brasil”. Já Carlos Ebner, presidente da IATA – International Air Transport Association – desenvolverá o tema “Simplificando Processos nos Aeroportos”. Ainda participarão do seminário o Comandante Francisco Lyra, presidente da ABAG (Associação Brasileira de Aviação Geral), com a palestra “General Aviation Terminal (GAT) e seu papel nos aeroportos de uso misto” e José Márcio Monsão Mollo, presidente do SNEA (Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias).
Nos seminários e conferências, os temas vão girar em torno dos desafios dos aeroportos para os dois grandes eventos, a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016, apontando também as oportunidades que estão surgindo, concessões privadas, investimentos em segurança e em integração dos aeroportos com as cidades através do transporte público, entre outros.
Além da expectativa gerada pelos próximos grandes eventos que acontecem no Brasil, o tráfego aéreo não para de crescer no país. Se no mundo todo se espera um crescimento de 5% ao ano no tráfego aéreo, no Brasil os números devem ser bem maiores. De 2002 para cá, a media tem sido de 20% ao ano, o que aponta para uma necessidade urgente de investimento em infraestrutura.
Oficialmente o país conta com 2 mil aeroportos, dos quais 66 são considerados aeroportos principais. Em função da Copa e das Olimpíadas, investimentos da ordem de 30 bilhões de reais serão alocados nas cidades sedes dos jogos da Copa e no Rio de Janeiro nos próximos cinco anos. Em algumas capitais, como Porto Alegre, as obras de ampliação do aeroporto já começaram»

artigo publicado na página de internet “Expo Airport”
(16 Novembro 2011)

Artigos relacionados

Mais em Notícias (779º de 779 artigos)

A projeção de crescimento para o setor de serviços de assistência em escala, também conhecido como ground handling, pode chegar a 3,4% este ano no Brasil, de acordo com dados da Associação Brasileira das ...