pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Notícias

Brasil – Governo cria grupo para reavaliar procedimentos de aeroportos em incidentes

Após uma reunião de quase quatro horas envolvendo cinco diferentes órgão do governo, o ministro da Aviação Civil, Wagner Bittencourt, disse que uma comissão governamental foi criada para reavaliar os procedimentos nos aeroportos do país em caso de incidentes aéreos.
O encontro de hoje foi mercado duas semanas após o incidente com uma aeronave que interditou a única pista do aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), que ficou fechado por quase dois dias devido ao incidente.
Segundo o ministro, a comissão vai avaliar “várias” possibilidades de mudanças de procedimentos e de novos investimentos que poderiam ser feitos nas unidades para evitar transtornos como os causados pelo encerramento em Campinas.
“Fizemos uma avaliação do acidente, os problemas que eles causaram e como podemos no futuro melhorar os procedimentos e a regulação para ter qualidade e velocidade maior na solução dos problemas. Essas experiências, mesmo negativas, são importantes para identificar problemas”, disse Bittencourt sem dar um prazo para que a comissão apresente as propostas.
Segundo o ministro, entre as possibilidades está a de compra de mais um kit de resgate de aeronaves Aircraft Recovery Equipment, como o usado para retirar o avião que parou Campinas. Há apenas um equipamento como esse na América Latina, que fica na responsabilidade das empresas aéreas. Mas, segundo o ministro, é preciso que a comissão avalie se ter mais um equipamento como esse é necessário.
“Nos Estados Unidos há três aeroportos com esse equipamento. Na Índia e no Japão, somente um. Aqui nós vamos discutir se no futuro onde, como e quem poderia ter um equipamento a mais desse tipo”, afirmou Bittencourt.
Segundo ele, também podem ser previstos investimentos nos aeroportos que só têm uma pista para que as chamadas “taxi way”, pistas auxiliares para trânsito das aeronaves, sejam usadas em casos de emergências. O ministro afirmou que, no caso da segunda pista de Campinas, a responsabilidade pela antecipação da construção caberá à concessionária que está administrando o aeroporto.

Dimmi Amora , adaptação do texto publicado na página de internet “Tnonline”
(24 Outubro 2012)

The Qatar Airways aircraft recovery kit, an investment of US$3.2 million

 

Artigos relacionados

Mais em Notícias (779º de 779 artigos)

«O Aeródromo Municipal da Lousã foi, recentemente, certificado pela Autoridade Nacional de Aviação Civil (ANAC) o que permitirá que este equipamento seja usado para voos de trabalho. ...