pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Notícias

Brasil – Latam avalia compra do maior avião comercial o A380 da Airbus

nw-Airbus

«Aeronave A380, da Airbus está no Brasil para apresentação; empresa resultante da fusão da TAM com a LAN ainda não confirmou compra. A Latam, empresa que nascerá da fusão da brasileira TAM com a chilena LAN, avalia a possibilidade de adquirir o A380, da Airbus, o maior avião comercial já produzido, e que está em operação desde o final de 2007, o modelo custa R$ 685 milhões e tem capacidade com para transportar 525 passageiros em três classes.
“Eles estão analisando detalhadamente”, afirmou Rafael Alonso, vice-presidente executivo da Airbus na América Latina, durante entrevista coletiva no Aeroporto Internacional de Guarulhos.
A expectativa da Airbus é vender 41 unidades do A380 na região até 2030, mas até agora nenhum negócio foi fechado. Hoje, existem 71 unidades do A380 em operação e 253 encomendas firmes de 19 clientes. Das sete empresas que já operam a aeronave, nenhuma a utiliza em rotas que passem por cidades brasileiras.
A Emirates foi a única que já solicitou à Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) autorização para pousar o A380 no Brasil. A autorização já foi concedida. Segundo a Airbus, as companhias que já operam a aeronave têm obtido, em média, uma taxa de ocupação entre 80% e 85% nos seus voos. Além da Emirates, já utilizam o A380 as companhias Lufthansa, Korean Air, China Southern, Qatar Airways, Air France e Singapore Airlines.

América Latina
Alonso lembrou que na atualidade há mais de 400 aviões da Airbus em operação na América Latina quando no final dos anos 1990 a frota era de apenas 15 aviões. Além disso, Alonso destacou que o tráfego aéreo duplica a cada 15 anos independentemente das turbulências internacionais, como as crises económicas, e acrescentou que a região latino-americana demandará 40 naves de grande porte em 20 anos.
O executivo detalhou que a Airbus está conversando com “um par de companhias aéreas da América Latina” para negociar a venda da aeronave, que atualmente conta com 253 pedidos de 19 clientes. “Estamos tentando convencê-los que é o correto para o futuro”, disse o empresário, garantindo que em 2020 o padrão de consumo estará na categoria dos três litros de combustível por passageiro por cada 100 quilómetros, exatamente o nível de consumo do A380.
Na opinião do executivo, o atual modelo é o sucessor do mítico Boeing 747, aeronave que qualificou de “venerável”. O A380, com uma capacidade de entre 400 e 800 passageiros, mede 73 metros de comprimento e 24,1 de altura, tem uma envergadura de 79,75 metros, um peso máximo na descolagem de 540 toneladas e uma fuselagem de 308 toneladas. Após sua visita a São Paulo, o A380 continuará viajando pelos céus de Rio de Janeiro, Buenos Aires e Santiago do Chile.»

artigo publicado na página de internet “Economia Ig
(23 Março 2012)

Artigos relacionados

Mais em Notícias (779º de 779 artigos)

A dnata, uma das maiores empresas de assistência em escala, expandiu as suas operações no Brasil. Com a Emirates iniciou a assistência ao A380 na rota entre Dubai e São Paulo, ...