pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Notícias

Cabo Verde – Aeroporto do Sal e da BoaVista melhoram infra-estruturas aeroportuárias

A área de handling merecerá uma atenção especial
ASA_Cabo-verde

«A Empresa Nacional de Aeroportos e Segurança Aérea (ASA) vai investir cerca de 17 milhões de euros (1,8 milhões de contos) na expansão e modernização da rede aeroportuária de Cabo Verde.
A apresentação, hoje, dos projectos para o horizonte 2013-2014, que vão proporcionar aos passageiros um ambiente aeroportuário “agradável e digno”, esteve a cargo do director das infra-estruturas aeroportuárias, Teófilo Figueiredo.

O Aeroporto Internacional Amílcar Cabral, no Sal, considerado o maior do país, vai ser contemplado com o “Projecto Oásis”, que consiste na reorganização do terminal de passageiros, na extensão das áreas de chegada e partida internacionais, ampliação da zona comercial, e implantação de novos espaços para os serviços de fronteira.
As remodelações previstas na aerogare implicam uma ampliação de 6.464,58 metros quadrados (m2), sendo 3.896,15m2 na zona de saídas e 2.568,43m2 na de chegadas, para responder a demanda turística e melhor conforto aos passageiros.
O edifício será prolongado para Oeste em cerca de 26 metros, resultando numa extensão de mais de 2.000 m2, na qual se desenvolverá a nova zona de saídas, enquanto que a fachada do lado Norte será prolongada em mais de 23 metros, resultando numa superfície ampliada de quase mil e 500 metros quadrados dedicada aos procedimentos de chegada.
O Aeroporto Internacional Amílcar Cabral mereceu, recentemente, requalificação urbana em torno aeroportuário, melhorando os acessos, parque de estacionamento, áreas verdes, etc.

Já, o Aeroporto Internacional Aristides Pereira, na Boa Vista, inaugurado em 2008, “superou todas” as expectativas a nível de crescimento de tráfego.
O aeroporto, que antes recebia duas aeronaves e actualmente recebe até cinco aeronaves, simultaneamente, já tem o projecto executivo pronto para início das obras que irão duplicar a capacidade do terminal de passageiros, chegada, partida, processamento de passageiros, e aumentar a área coberta do aeroporto.

A área de handling merecerá também uma atenção especial.
A extensão do terminal de passageiros, permitirá a instalação de quatro tapetes de recolha de bagagem, de uma área actual de 360m2 nas partidas nacionais passa para 560, enquanto que as partidas internacionais passarão de 700 para 1200 m2.
“A nossa visão é continuar a qualificar e a desenvolver o destino turístico em Cabo Verde, e garantir níveis de serviços mais elevados aos passageiros. O futuro é bom, Cabo Verde está no bom caminho, vamos continuar a trabalhar”, disse Mário Paixão, presidente do conselho de administração da ASA.»

artigo publicado na página de internet “Expresso Das Ilhas”
(9 Maio 2013)

 

Artigos relacionados

Mais em Notícias (779º de 779 artigos)

«O Governo cabo-verdiano vai investir 62,2 milhões de dólares nos quatros aeroportos internacionais do país, até 2017, anunciou o ministro Assuntos Parlamentares e da Presidência do Conselho de ...