pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Notícias

Espanha – privatização dos aeroportos, Madrid – Barajas e Barcelona – El Prat

nw-AENA

Espanha inicia no dia 30 de Julho o processo de privatização da exploração dos seus dois maiores aeroportos, Madrid – Barajas e Barcelona – El Prat, com o qual prevê arrecadar pelo menos 5,3 mil milhões de euros de pagamentos iniciais.
“Essas quantias poderão ser melhorada pelos licitadores” – diz o comunicado da AENA Aeropuertos, em que são anunciadas as condições e o calendário da privatização dos dois aeroportos, designadamente que o processo termina a 30 de Novembro e os adjudicatários vão pagar anualmente uma rende equivalente a 20% da facturação dos aeroportos, com mínimos de 150 milhões no caso de Madrid e 80 milhões no caso de Barcelona.
O comunicado da AENA reporta-se às decisão da reunião de sexta-feira do Conselho de Ministros de Espanha, que autorizou a criação das sociedades concessionárias de Madrid – Barajas e Barcelona – El Prat.
Essas sociedades vão ter privatizado até 90,05% do capital, num processo que “garante a titularidade pública e a sustentabilidade económica da rede de aeroportos”.(a iniciativa privada ficará com 90,05% dos terminais e a Aena manterá os 9,95% restantes. O governo decidiu por esta estrutura porque, em caso de falta de pagamentos, o Estado será o primeiro a poder cobrar créditos por ter menos de 10% da sociedade, como prevê a lei local.)
O novo modelo passa pela “gestão individualizada e autónoma dos aeroportos de Madrid e Barcelona” e pela privatização até 49% do capital da AENA Aeropuertos, em prazos que dependem das “condições de mercado”.

adaptação do texto publicado na página de internet “Presstur
(18 Julho 2011)

 

 

 

Artigos relacionados

Mais em Notícias (779º de 779 artigos)

«A Aena, gestora dos aeroportos espanhóis, propôs um investimento que rondará os 2.600 milhões de euros e que será canalizado para obras de melhoria das infra-estruturas, expansão e incremento da ...