pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Notícias

Estado português dá 74 milhões à Embraer

aeronáutica

«O Estado português vai apoiar os investimentos da Embraer, em Évora, com 74 milhões de euros, revelou ao DN fonte da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP). A componente de incentivos financeiros corresponde a 69,7 milhões de euros, dos quais “poderá ser retido um máximo de 52,5 milhões a fundo perdido no caso de cumprimento integral dos objectivos contratuais”. A empresa brasileira poderá ainda utilizar 4,3 milhões de benefícios ficais, até 2018, “na medida em que o projecto gere lucros que permitam essa utilização”, tendo-lhe ainda sido concedida a isenção do pagamento de impostos municipais, como o IMI e o Imposto de Selo. Reunidas estas condições, as obras da fábrica de aviões vão finalmente “descolar” amanhã, um ano e três meses depois de o primeiro-ministro, José Sócrates, ter lançado a primeira pedra. É um projecto “excepcional” pela “tecnologia que traz para Portugal”, considera o presidente da AICEP, Basílio Horta. A primeira fase inclui a empreitada de construção das infraestruturas para a primeira das duas fábricas que o gigante brasileiro da indústria aeronáutica, o terceiro maior construtor de aviões do mundo, se propõe construir em Évora. Esta fase deverá prolongar-se por 18 meses, seguindo-se a instalação do equipamento para produzir componentes em fibras de carbono e de vidro destinadas a asas, fuselagem e caudas de aviões. Um investimento de 148 milhões que prevê criar 570 postos de trabalho

artigo publicado no jornal “Dn “
(1 Novembro 2010)

Artigos relacionados

Mais em Notícias (779º de 779 artigos)

«Uma empresa francesa que produz máscaras de oxigénio para aviões supersónicos vai construir uma fábrica em Ponte de Sor, no Alto Alentejo, num projeto “pioneiro em Portugal”, ...