pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Notícias

Nigéria – Companhias de aviação com prejuízos

Custo elevado do Jet-A1
Jet_A1

«As companhias aéreas nigerianas perderam 7,2 mil milhões de nairas (um dólar equivale a 150 nairas) devido à penúria de querosene, o Jet-A1, nestas últimas duas semanas, revelou na segunda-feira um jornal económico local.
De acordo com o jornal, a penúria, que fez subir o preço dos combustíveis de 98 para 160 nairas por litro, obrigou várias companhias aéreas locais a reduzir os voos previstos ou a anulá-los. A mais afectada é a companhia Arik Air, a primeira do país, que reduziu os seus voos diários de 120 para 80, mas igualmente a segunda empresa aérea, Aero, que diminuiu os seus voos diários de 80 para 45 e 40.
A terceira companhia da Nigéria, Air Nigeria , e a IRS Airline desaceleraram igualmente as suas actividades. Devido ao custo elevado do Jet-A1 na Nigéria, as companhias aéreas locais e internacionais preferem agora abastecer-se nos países vizinhos como o Gana, e o Togo e nos outros Estados.
Segundo o director-geral da Autoridade da Aviação Civil (NCAA), Harold Demuren, as distribuidoras aumentaram os preços dos seus produtos no decorrer do tempo, enquanto as companhias aumentaram ligeiramente os preços dos bilhetes de passagem de avião.
“O preço do combustível de avião na Nigéria é ridiculamente demasiado elevado. Devemos fazê-lo baixar. Estamos a trabalhar nesse sentido, e penso que estaremos em condições de o fazer. Não podemos continuar assim”, declarou o responsável nigeriano ao jornal.
As distribuidoras imputaram o custo do produto ao preço de importação elevado.
A Nigéria, que é a primeira produtora de petróleo no continente africano, importa o essencial dos produtos petrolíferos refinados de que ela precisa para o seu consumo doméstico, enquanto as refinarias locais funcionam largamente abaixo das suas capacidades de produção instalada.»

artigo publicado no “Jornal de Angola”
(27 Maio 2011)

Artigos relacionados

Mais em Notícias (779º de 779 artigos)
Raio X da bagagem

«Investigadores da Comissão Europeia (CE) encontraram graves falhas de segurança no aeroporto de Frankfurt, o maior em tráfego na Alemanha, que já começou a reforçar os seus controlos, divulgou hoje ...