pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Notícias

Quarta Conferência de Aeroportos da China e dos Países de Língua Portuguesa

Pista aeroporto

«A cooperação entre as diversas entidades aeroportuárias da China, Macau e dos países de língua portuguesa foi hoje discutida no primeiro dia da quarta conferência dos aeroportos da China e da lusofonia, em Macau.
Os participantes na conferência vão ainda debater o controlo de tráfego aéreo, a sustentabilidade dos aeroportos, desenvolvimento de negócios do setor da aviação e a inovação e colaboração para aumentar as oportunidades comerciais.
Na abertura da conferência, Deng Jun, presidente da Comissão Executiva da CAM – Sociedade do Aeroporto Internacional de Macau, salientou que o relacionamento da lusofonia e Macau se “tem pautado pela proximidade e pela sua continuidade, permitindo uma assistência mútua na área da aviação civil”.
Nesse sentido, disse, a China, os países de língua portuguesa e Macau traçaram um objetivo comum, que é “a formação conjunta de profissionais da indústria da aviação“.
“Para este objetivo, o Aeroporto Internacional de Macau tem utilizado a vantagem do seu posicionamento como ponte entre as entidades da aviação civil da China e dos países de língua portuguesa”, fundamentalmente na área da “formação e intercâmbio”, referiu.
O mesmo responsável disse ainda esperar que a visita ao Aeroporto Internacional de Macau possa proporcionar um melhor conhecimento da infraestrutura, do setor da aviação civil local e do desenvolvimento económico local e regional “para o qual a (nossa) indústria também deu o seu contributo”.
Simon Chan, presidente da Autoridade da Aviação Civil de Macau, falou do desenvolvimento do transporte aéreo, das novas rotas abertas nos últimos três anos depois da última conferência e dos novos operadores a voar para Macau, criando, com os serviços prestados, um papel de plataforma que permite abrir portas a outros utilizadores das cidades vizinhas.
A mesma ideia de cooperação foi sublinhada pela Secretária-Geral Adjunta do Fórum Macau, Rita Santos, que salientou que aquela plataforma pode ser aproveitada em busca de um novo patamar de cooperação e desenvolvimento “no âmbito do transporte aéreo, da administração de aeroportos e de troca de informações entre entidades reguladoras da avião civil da China e dos países de língua portuguesa, obtendo assim resultados frutíferos”.»

artigo publicado na página de internet “Noticias Sapo.pt
(25 Setembro 2013)

 

 

Artigos relacionados

Mais em Notícias (779º de 779 artigos)

O Aeroporto Internacional de Macau recebeu o primeiro voo de Johor Bahru, na Malásia. A nova rota promovida pela ‘Air Asia’ vai operar voos directos diários com destino à cidade malaia. ...