pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Notícias

TACV negoceia operações no Aeroporto de Beja

TACV Transportes Aereos de Cabo Verde
Cabo_Verde

«A empresa Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV) está a negociar ligações entre o Aeroporto de Beja e a ilha do Sal, disse esta segunda-feira o delegado para a região ibérica da companhia cabo-verdiana, Mário Almeida.
“Nós temos, neste momento, em conjunto com a Câmara de Ferreira do Alentejo, um pedido para realizar seis operações, em Julho e Agosto, entre Beja e a ilha do Sal (Cabo Verde), declarou à Lusa o responsável da TACV. Mário Almeida fez estas declarações à margem do seminário Aeroporto de Beja – Oportunidades de Cooperação Estratégica Portugal-Cabo Verde, em Lisboa.
“Nós ainda estamos em negociações (com os responsáveis da administração do aeroporto), já que estão envolvidos vários parceiros, como os hoteleiros e os operadores de turismo”, disse, esperando um “entendimento na próxima semana”. Para Mário Almeida, o Aeroporto de Beja “tem alguma importância em termos de potencial”, recordando que a TACV opera em várias cidades europeias, como Paris e Amesterdão. “Se operamos com os (Boeing) 737”, o Aeroporto de Beja “é o ponto ideal para escalas técnicas e comerciais, servindo “as regiões de Évora e Faro”. Isso “tudo para nós é economicamente viável”, acrescentou, sem citar o montante de investimentos necessários para tais operações.
A TACV pretende que os voos não tenham somente uma vertente turística. “Cabo Verde tem muitos estudantes nesta região, que poderiam ser um potencial público-alvo”, sublinhou. O responsável da companhia cabo-verdiana referiu ainda que estão a discutir também o potencial do Aeroporto de Beja para o transporte de carga. “Estamos a discutir o potencial de Beja como cargo, pois naquela região há algumas frutas, como as uvas, que poderiam ser exportadas. Temos sempre duas toneladas de carga disponíveis por cada voo, sendo também um outro negócio”, indicou.
A TACV realizou o voo inaugural do aeroporto, a 13 Abril de 2011, numa viagem que ligou Beja e a ilha do Fogo, em Cabo Verde, evento promovido por várias entidades e empresas, entre os quais a autarquia de Ferreira do Alentejo.
O presidente da Câmara Municipal de Ferreira do Alentejo, Aníbal Reis da Costa, disse que é preciso “tornar visíveis as potencialidades do Aeroporto de Beja” e promover as sinergias com empresas de diversos sectores. De acordo com o autarca, este seminário – promovido pelo município de Ferreira do Alentejo e outros parceiros –, bem como outros que já decorreram, visa dinamizar o desenvolvimento do Aeroporto de Beja e da região.
A empresa de transportes internacional UTI anunciou esta segunda-feira, durante o seminário, que irá fazer seu primeiro transporte de cargas a partir do Aeroporto de Beja em Fevereiro, com uma encomenda que será levada para Frankfurt, na Alemanha.»

artigo publicado no jornal “Público
(14 Janeiro 2013)

 

Artigos relacionados

Mais em Notícias (779º de 779 artigos)

«O aeroporto de Beja “tem de ser aproveitado” pois o país não pode dar-se ao luxo de ter um equipamento do género “sem o valorizar e sem o pôr ao serviço do desenvolvimento, em ...