pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Notícias

Urbanos compra McLane Portugal e RNTRANS

Urbanos_1

«O Grupo Urbanos comprou o operador logístico RNTRANS, uma operação que deverá gerar um volume de facturação de dois milhões de euros este ano, disse hoje à Lusa o presidente executivo, João Pecegueiro.
Esta é a segunda aquisição anunciada pela Urbanos em menos de uma semana, depois de, na sexta-feira, o grupo de logística ter adquirido a McLane Portugal, uma operação que pode gerar um volume de negócios de 6,5 milhões de euros este ano.
“Estas duas aquisições representam um crescimento de 8,5 milhões de euros, o que corresponde a um aumento da facturação entre 25 e 30%”, afirmou à Lusa João Pecegueiro, sem avançar o valor do negócio anunciado hoje.
O presidente executivo da Urbanos disse que a compra da McLane Portugal permitiu ao grupo de logística português “entrar em novas áreas, alargando o seu leque de serviços”, ao passo que a aquisição da RNTRANS vai “reforçar” a sua posição no mercado por aquisição de um concorrente, possibilitando-lhe também integrar uma nova área da logística, associada às feiras, congressos e exposições.
João Pecegueiro admite que o Grupo Urbanos, que, em Dezembro, chegou a um acordo com a TAP para a compra da maioria da empresa de assistência em escala Groundforce, pode anunciar novos negócios durante o primeiro semestre de 2012. No entanto, escusou-se a avançar mais pormenores.
Fundado há 20 anos, o Grupo Urbanos facturou 27 milhões de euros em 2011 e prevê encerrar 2012 com um volume de negócios de 35 milhões de euros.
A nível internacional, está presente em Marrocos desde 2011 e prepara para este ano uma operação em Angola.
A RNTRANS e o operador de logística que opera na área das feiras, exposições comerciais e congressos.»

artigo publicado na página de internet “Negócios Online
(8 Fevereiro 2012)

 McLane Portugal
A McLane Portugal, Lda foi fundada em Novembro de 2000 e tem crescido continuamente para se tornar no que é hoje, uma das empresas líderes de mercado em logística integrada, em Portugal. Esse crescimento deve-se à especial atenção dada às necessidades dos nossos clientes e a um consistente serviço de excelência.
As origens da McLane Portugal remotam a 1894 quando o Sr. Robert McLane fundou a McLane Company em Cameron, Texas, EUA.
Nessa altura o negócio de venda em armazenistas obteve uma grande reputação sob princípios de honestidade e integridade no serviço aos Clientes. Esses valores perduram ainda hoje.

Cronologia
Ano      Acontecimento
1894    A McLane Company foi fundada por Robert McLane em Cameron, Texas, EUA.
1966   Negócio e escritórios realocados para Temple, Texas, EUA.
1978  Drayton McLane Jr. torna-se Presidente e CEO da McLane Company Inc.
1984  Volume de negócios excedeu US$ 1 bilião.
1990  A McLane Company Inc. funde-se com Wal-Mart Inc. Drayton McLane torna-se Deputy Chairman da Wal-Mart Inc.
1993  Drayton McLane sai da Wal-Mart Inc. para se entregar por inteiro como Chairman da nova empresa McLane Group.
1994  A McLane Group inicia um programa de expansão global que inclui a McLane Advanced Technologies, Classic Foods, Hometown Favorites, Houston Astros, Leading Edge Brands, Lonestar Plastics, M-C McLane International, McLane Polska e McLane Portugal.
2000  A McLane Portugal é fundada.
2001  A McLane Portugal abre as suas instalações em Palmela.

 RNTRANS
Empresa transitária com quase um século de existência a RNTRANS – Actividades Transitárias, SA apostou desde a sua criação na qualidade e personalização dos serviços prestados.
Cedo veio a assegurar um lugar de claro destaque no competitivo mercado Nacional e Internacional, pelo empenhamento e dedicação constantes na defesa dos interesses e necessidades dos seus clientes.
A RNTRANS presta todos os serviços inerentes às actividades de transitário tradicional (Carga Aérea, Carga Marítima, Despachos, Armazéns e Entreposto Aduaneiros), assim como de Logística de Feiras e de Transporte de Obras de Arte
A qualidade dos serviços prestados pela RNTRANS, assenta nos seguintes factores:
• Pessoal técnico altamente especializado;
• Modernos meios de transporte e movimentação
• Sistema integrado de gestão de informação, permitindo o controlo em tempo real de todas as operações.
• Serviço de localização e gestão de veículos (FrotaLink da TMN)
• Rede Mundial de Agentes especializados
• Participação activa nas maiores Associações Nacionais e Internacionais

 Groundforce Portugal
A História da Groundforce Portugal como entidade independente remonta a 1982 com a autonomização do Departamento de Operações em Terra (DOT) da TAP. Em 1989, decorrente de um processo de reestruturação organizacional, recebe a denominação de Direcção Geral de Operações em Terra (DGOT). Já na década seguinte, numa estratégia de expansão e de prestação de serviços a terceiros, é criada em 1992 TAP Handling.
Em Abril de 2003, a TAP SGPS e a TAP SA aprovaram a separação da unidade de negócio, surgindo uma nova empresa denominada SPdH–Serviços Portugueses de Handling, S.A., sucedendo à TAP no respeitante às operações em terra.
A SPdH iniciou a sua actividade no dia 1 de Outubro de 2003, afirmando-se como uma empresa de grande relevância no panorama da aviação civil em Portugal, designadamente pela qualidade do serviço de assistência em terra que assegura à TAP Portugal e às principais companhias que voam para aeroportos nacionais. Ainda em 2003 foi consolidado um acordo entre a SPdH e a Portugália Airlines, por efeito do qual a segunda maior companhia aérea portuguesa assegurou uma participação de 6% no capital da SPdH.
Foi iniciado entretanto o processo de privatização da SPdH através da venda de 50,1% do seu capital por via de um Concurso Público Internacional, que permitiu a entrada na estrutura accionista do Grupo Globalia.
No ano 2005, já com a nova estrutura resultante da história da TAP, do dinamismo da Portugália e da dimensão do Grupo Globalia, nasceu uma nova identidade: a Groundforce Portugal.
Em 2006 deu-se continuidade ao processo de crescimento da Groundforce Portugal, com a modernização de equipamentos e processos, a continuação da aposta no capital humano e a concretização de projectos relacionados com a melhoria das condições de trabalho.
Em Março de 2008, um consórcio de três bancos (BIG, Banif e Invest) adquire a posição detida pela Globalia, numa estratégia de Melhoria de Serviço ao Cliente e satisfação de todas as Partes Interessadas.
Prosseguindo o caminho para a Excelência, baseada numa estrutura de processos chave consistente, a Groundforce pretende ser uma empresa moderna e de Futuro, dando todos os dias o seu contributo para o desenvolvimento sustentado.

 

 

 

 

Mais em Notícias (111º de 779 artigos)
nw-Groundforce

«A empresa de handling (serviços em terra de apoio ao transporte aéreo) registou em 2012 um resultado líquido de 1,5 milhões de euros negativos, o que traduz uma melhoria de 87% face aos resultados ...