pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Notícias

Venda da TAP atrasa com eleições

venda da Groundforce até ao fim de Maio

«A privatização da TAP, que era um projeto prioritário de José Sócrates, vai derrapar face ao calendário previsto (final de Maio) devido à crise política em Portugal, apurou o SOL. Apesar de continuarem as negociações entre a empresa gerida por Fernando Pinto e a LATAM – fusão entre a brasileira TAM e a chilena LAN -, a avaliação está atrasada. A Parpública encarregou o_Citibank de avaliar a companhia aérea de bandeira. Agora tem de ser feita uma segunda avaliação, mas a entidade gerida por Joaquim Reis ainda não deu indicações para o processo avançar. «O negócio será fechado com o novo Governo», disse fonte próxima do processo.
A LATAM está a negociar a compra de 39% da TAP, mas pode vir a ficar com até 49%.
Entretanto, apesar da instabilidade política, até ao fim de Maio deverá estar concluída a venda da Groundforce, empresa de handling da TAP. «Não há motivo nenhum para o negócio não ser fechado dentro do prazo previsto», disse a mesma fonte.
O administrador-delegado, Fernando Melo, continua a negociar os termos da venda com os privados. Swissport (Suíça), Menzies (Inglaterra) e Aviapartner (Bélgica) são as empresas melhor posicionadas para garantirem o negócio.»

Frederico Pinheiro, artigo publicado no jornal “Sol”
(25 Abril 2011)

Artigos relacionados

Mais em Notícias (362º de 779 artigos)
nw-Groundforce

«O negócio ficou fechado a 5 de Dezembro, com um acordo que fez da Urbanos o novo accionista maioritário da operadora de handling da TAP. Para fechar a venda, que colocava um ponto final numa trama que ...