pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Opinião, Curiosidades

Aviação – 56,6 milhões de empregos a nível global

"Air Transport Action Group' (ATAG) 2010

«A contribuição total da indústria da aviação para o PIB da Europa é de 749 mil milhões de dólares indica um estudo da ‘Air Transport Action Group’ (ATAG) apresentado esta semana durante a cimeira sobre aviação e ambiente que se realizou em Zurique.
O estudo, relativo a 2010, diz que a nível global a aviação apoia 56,6 milhões de empregos e que o seu impacto económico está estimado em 2,2 biliões de dólares, o que em termos de comparação, se a indústria da aviação fosse um país faria parte dos G20.
Na Europa o sector da aviação apoia 8,7 mil milhões de empregos e contribui com 749 mil milhões de dólares, e 605.803.813 passageiros, 1.154.228 milhões de RPK (receita passageiro por quilómetros percorridos).
O mesmo estudo indica que 448 companhias aéreas realizaram mais de 7,8 milhões de voos em 701 aeroportos comerciais.
O número de empregos criado directamente pela indústria da aviação foi estimado em 1,9 milhões em 2010, dos quais 519 mil ou 28% do total trabalham em companhias aéreas ou operadores de ‘handling’, 220 mil ou 12% trabalham directamente para operadores de aeroportos, enquanto 827 mil ou 44,5% trabalham nos aeroportos para entidades estatais como serviços de fronteiras e alfândega ou em serviços como lojas, restaurantes. Os restantes 290 mil, ou 15,5% são empregados no sector civil do espaço aeronáutico no fabrico de sistemas de aviação, componentes, motores entre outros.
No total, entre emprego directo, indirecto ou induzido, o transporte aéreo emprega 5,1 milhões de empregos e contribui com 485 mil milhões de dólares para o PIB Europeu aos quais se somam 3,6 milhões de empregos gerados pelo impacto das viagens e turismo.
A região da Europa diz ainda o mesmo estudo, representa 15% do total dos empregos na indústria a nível global e 34% do PIB gerado pela indústria aérea incluindo os impactos indirectos
Um estudo recente pela ‘Oxford Economics’ quantificou o impacto económico da aviação em alguns dos maiores mercados europeus, entre os quais o Reino Unido e Espanha, e indica que por exemplo no Reino Unido em 2009, a aviação ajudou a criar 326 mil empregos e tinha 1,1% de taxa de desemprego, contribuindo com 21,3 mil milhões de libras para PIB. Em Espanha, a aviação criou 120 mil empregos directos e contribuiu com 6,5% mil milhões de dólares, concluindo ainda que as economias regionais beneficiam substancialmente dos gastos dos passageiros aéreos. Incluindo os impactos directos, indirectos e induzidos, a actividade da aviação aumenta o impacto desta indústria no Reino Unido para 70,3 mil milhões de libras (5% do PIB) e em Espanha, pata 54,3 mil milhões de dólares (5,2% do PIB).
As previsões indicam que o impacto deverá crescer rapidamente nos próximos 20 anos uma vez que o número de passageiros deverá duplicar para cerca de 1,2 mil milhões em 2030, com o PRK a crescer a uma taxa anual média de 4,3%.
A ‘Oxford Economics’ prevê ainda que a contribuição directa da aviação para o PIB deverá aumentar em 4,4% por ano em termos reais nos próximos 20 anos, ajudando a criar mais 841 mil empregos na Europa até 2030.»

artigo publicado no jornal “Dnnoticias”
(22 Março 2012)

Artigos relacionados

Mais em Curiosidades, Opinião (120º de 120 artigos)

«Os lucros operacionais das companhias aéreas poderão superar os 54 mil milhões de euros este ano, beneficiando da baixa do petróleo. As “low cost” transportaram 950 milhões de pessoas, ...