pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Europa, Aviação Comercial

Aviação comercial – IATA reporta lucros significativos

«Segundo dados disponibilizados pela IATA (Associação Internacional do Transporte Aéreo que representa 260 companhias aéreas), o sector da indústria da aviação terminará o ano de 2015 com um lucro líquido bastante superior ao resultado previsto: cerca de 30 mil milhões de euros acima das expectativas, devido à queda do preço dos combustíveis e também ao aumento da procura.
Este será o segundo ano consecutivo em que o sector da aviação apresenta lucros, numa tendência crescente, tendo, no presente ano, sido quase duplicados os lucros líquidos verificados em 2014. Segundo dados da IATA, a tendência lucrativa deverá permanecer durante o ano de 2016. ” São números excepcionais para a indústria aérea”, declarou Brian Pearce, Economista-chefe da IATA.
«A nossa perspectiva para este ano subiu para os 30 mil milhões de dólares de lucro», anunciou o presidente da IATA, Tony Tyler, em conferência de imprensa em Genebra, Suíça. Estes valores estão ligados à queda dos preços dos recursos (principalmente o combustível) – em 2015, segundo a IATA, as companhias aéreas gastarão menos 20,5% com combustível do que em 2014, o que permitiu reduzir drasticamente as despesas. A procura também ajudou às contas: mais 6,7% de passageiros que em 2014.
As companhias norte-americanas vão ser responsáveis por mais da metade do lucro mundial, 17,6 mil milhões de euros, afirmou a IATA. A Europa deverá ser a segunda região mais preponderante, com lucros a rondar os 6,3 mil milhões de euros, à frente da Ásia e do Pacífico, com 5,2 mil milhões de euros. “Depois de destruir valor ao longo de décadas, o transporte aéreo finalmente oferece a rentabilidade mínima a que os accionistas têm direito”, afirmou Tony Tyler, presidente da IATA»

artigo publicado na revista “Cargo Edições”
(14 Dezembro 2015)

Artigos relacionados

Mais em Aviação Comercial, Europa (232º de 728 artigos)

«De acordo com Alexandre de Juniac, CEO e director-geral da IATA (Associação Internacional de Transportes Aéreos), «A indústria de aviação registou um bom ano em 2016». ...