pista73.com

conteúdos de aviação comercial

Inicio

Europa, Cockpit

KLM Cityhopper (WA), subsidiária da KLM, inicia formação virtual para os pilotos Embraer 175 e 190

A partir de 5 de novembro, na KLM Cityhopper, a formação de pilotos dos modelos Embraer 175 e 190 será em Realidade Virtual (RV).

Os cursos foram desenvolvidos internamente e serão incluídos no mapa de formação de pilotos. A subsidiária da KLM, KLM Cityhopper (WA), é a primeira companhia aérea a usar a realidade virtual para formação do PNT (Pessoal Navegante Técnico).
A realidade virtual torna o treino mais acessível porque os pilotos não precisam estar em sala de aula ou simulador.
A nova abordagem de formação diminui custos pois reduz o número de fornecedores externos e torna a programação de voo de pilotos mais flexível. O treino através de sistemas de realidade virtual são quatro vezes mais rápidos para treinar do que em sala de aula.

Três aplicações
Cockpit virtual – o piloto está localizado no cockpit, que consiste numa imagem interativa gerada por computador, e pode operar e ler os vários botões e medidores.
Vídeo instrutivo – o piloto assiste ao que acontece na cabine durante o voo.
Reconhecimento da aeronave – o piloto percorre e circunda o avião, composto por fotografias estáticas a 360º.

Certificação EASA
A KLM interessa-se há muito pelo uso da RV no treino do seu pessoal. Foram implementados cursos de treino em RV para engenheiros de manutenção e tripulantes de cabina KLM Cityhopper que passará a incluir os pilotos Embraer 175 e 190.
A KLM Cityhopper irá tentar o reconhecimento e a respetiva certificação da EASA para estes cursos.

 

Artigos relacionados

Mais em Cockpit, Europa (15º de 718 artigos)

«O Centro de Treinos de Voo do Aeroporto de Cascais, em Tires, já tem o segundo simulador de voo em funcionamento. ...